Se eu caminho
na Estrada entre o Céu e a Terra,
na Esperança de te encontrar,
vem o Vento
e destrói nossas pegadas
Existe o Vento
da Terra
e o Vento Sideral, este,
destrói os passos da Ansiedade
   e dos Sentimentos.
O fôlego que faz pulsar o Coração,
está retido pela dôr de eu Estar Perdida,
sem Direção,
sem Amor,
sem Compaixão.
Na Esperança de que me afagues
     entre teus braços
e reponhas em mim,
a vontade de lutar,
uma luta inglória que poderá ser
     desmanchada pelo Vento,
    - e por Qual Vento?
Sou envolvida na Mortalha da Ilusão,
talvez para nunca mais,
         para nunca mais...
                                    clarisse