Individualidade



A Estradinha entre minha casa pobre e o templo, foi a primeira coisa que se estabeleceu em minha memoria da encarnação passada na India do Sul.
Porque, o meio da Estrada, não tem extremidades.
Se eu tinha problemas na comunidade de casas pobres ou no templo, era no meio da caminhada, que eu revolvia mentalmente o problema.
As extremidades que apoiam "um meio", é que atrapalham nossa Vida.
O meio, é um jogo de nós mesmos, conosco mesmo.
Ontem, estava assistindo na Tv, os estudos de uma cientista judia na segunda guerra, na
Alemanha. O Eisntein, também estava metido na historia. Começou com a velocidade da Luz, a Energia, e a explosão atomica em Nagasac e Hiroshima.
A Energia, pelo menos para os humanos, é a causa primaria.
Além da Energia, outras causas existirão.
Jesus era Amor, Buda Sidarta, raciocinio.
Ambos, Amor e Raciocinio, são uma consequencia.
Os dois, Amor e Raciocinio, perderão sua Individualidade para uma ainda desconhecida do Planeta Terra.
A perda da Individualidade, nos coloca em outro Algo, porque, desconhecemos Deus.
Juntando particulas, atrações que seduziram vibrações de Deus, formou-se um nucleo,
que deu origem ao Espirito que hoje, se chama "Clarisse" - por enquanto - amanhã, terá outro nome, se na Terra, ou outra personalidade, atraida pelas vibrações de outro planeta.
Até quando, essa Individualidade, tentando se dezfazer dos componentes, Será?
Ou, Será, mergulhará numa Região que não tem passado, presente, futuro?
Cada vez, amo mais minha Solidão!