[Flávio Bittencourt]

Campeões mundiais de xadrez da era pós-Kasparov (fotos)

Khalifman, Ponomariov, Kasimdzhanovc ou Qosimjonov, Topalov, Kramnik e Anand.

 

(http://www.ajux.comuf.com/Categoria/artigos/page/4/

 

 

 

 

 

 

[http://en.chessbase.com/home/TabId/211/PostId/4003063]

 

 

 

 

 


Alexander Khalifman and Boris Gelfand before the start of their games

(http://en.chessbase.com/home/TabId/211/PostId/4003063])

 

 

 

 

 

"(...) Tomemos o caso do menino da província de Barahona, ao sul do país (Cuba), Octavio Féliz Gómez, que com 10 anos de idade conquistou de maneira invicta o título de Campeão Nacional Infantil, na categoria sub-10 vencendo todos os seus adversários convincentemente.

Acontece que Octávio é um dos melhores estudantes da sexta séria do Colégio Divina Pastora de Barahona e que além do xadrez, estuda música e pratica karatê como complementos em sua formação integral.

Alejandro Nieto

Alejandro Nieto - Campeão Nacional sub 12 e da Liga Intercolegial

Tem o caso também do menino Alejandro Nieto Rodríguez, vencedor da categoria sub-12 no Campeonato Nacional Infantil, que ganhou diversos concursos de ortografia e matemática realizados na capital Dominicana; Sua média no colégio foi de 98 pontos; Foi também o primeiro tabuleiro da equipe do Colégio Los Embajadores, vencedor do Campeonato da Liga Inter-colegial de Xadrez na categoria MINI. É justo reconhecer que os êxitos de Alejandrito no xadrez se devem em grande parte a sua formação dentro do reconhecido Instituto Latino-Americano de Xadrez, Sediado em Havana, Cuba. Além do xadrez, pratica tênis, tênis de mesa e natação e tem escrito várias estórias de ficção científica.

Ajedrez

Alejandrito no centro, Monitor de Xadreza aos 5 anos

Outro menino que se destaca no xadrez é Filip Tomczyk, de origem polonesa, que com seus 11 anos de idade tem um excelente nível enxadrístico e é o melhor aluno da 5ª série, reconhecido recentemente como Mérito Estudantil do Colégio Saint George de Santo Domingo.

Ajedrez

Filip é um excelente enxadrista e mérito estudiantil de seu colégio

Filip complementa o estudo de Xadrez com a prática do Judô – “Mente sã, corpo são”- esporte praticado na Polônia há anos. Além disso, ele joga tênis e é um excelente nadador.

Judô

Filip em uma aula de Judô

(...)"

[http://www.ajux.comuf.com/Categoria/artigos/page/4/]

 

 

 

 

 

"DEFINITIVAMENTE, 'A FILA ANDA...' "

 

(C. R...)

 

 

 

 

 


Former FIDE world champion Rustam Kasimdzhanov(http://en.chessbase.com/home/TabId/211/PostId/4003063)

 

 

 

 

"Os Super Grandes Mestres que ultrapassaram os 2700 pontos Elo

 

 

Em 1976 o publicista irlandês Kevin J. O’Connell, baseado no Sistema ELO, apresentou uma lista retrospectiva dos melhores enxadristas do mundo desde 1851. Em 1987, também baseado no Sistema ELO e considerando a média do “rating” dos participantes foi elaborada uma relação dos “Super torneios” de todos os tempos e seus campeões.

Usando essas listas e as tabelas publicados pela FIDE desde 1971, foi coletado o mais alto “rating” que cada jogador atingiu em sua carreira.

Os 10 melhores jogadores de xadrez de todos os tempos

O maior rating de todos os tempos foi atingido por Garry Kasparov, que ainda têm 38 pontos a mais do que qualquer outro jogador na história do xadrez.

No total, há cinco jogadores que superaram a barreira dos 2800 pontos e cinco jogadores estão a 20 pontos de distância dela. (...)"

[http://www.ajux.comuf.com/Categoria/artigos/page/4/]

 

 

 

 

 

 

"(...) Anand é o jogador não-russo mais forte desde Bobby Fischer. (...)

[http://pt.wikipedia.org/wiki/Viswanathan_Anand]

 

 

 

 

 

 

Viswanathan Anand, o atual campeão, tem 43 anos e é indiano:

Ficheiro:VishyAnand09.jpg

(http://pt.wikipedia.org/wiki/Viswanathan_Anand)

 

 

 

 

 

 

 

"O Campeonato Mundial de Xadrez de 2010 é a 47ª edição do campeonato mundial organizado pela FIDE e realizada na cidade de Sófia na Bulgária, sendo disputada entre o atual campeão Viswanathan Anand e o ex-campeão Veselin Topalov. O campeonato foi realizado entre 24 de abril e 13 de maio de 2010, com um fundo de prêmios de dois milhões de euros. (...) Anand, que havia reservado um voo de Frankfurt para Sófia em 16 de abril, teve que ir para o campeonato de carro numa jornada de 40 horas de viagem devido às emissões de cinza do vulcão Eyjafjallajökull. Apesar de ter solicitado três dias de adiamento, o comitê organizador permitiu apenas um. (...)"

[http://pt.wikipedia.org/wiki/Campeonato_Mundial_de_Xadrez_de_2010]

 

 

 

 

 

 

"(...) acredito que somente Garry Kasparov e Vladimir Kramnik podem dizer que tem os seus títulos de forma pacífica [SEM POLÊMICAS E CONFLITOS ENTRE OS ADVERSÁRIOS], pois depois de perder para Veselin Topálov o título mundial, na revanche do GM russo o acusou o GM búlgaro de trapacear com lances de computador. A controvérsia permanece e causa animosidades até hoje entre o time de Kramnik e o time de Topálov. O episódio mais recente foi a recusa do GM Ivan Cheparinov em apertar mãos com o GM Nigel Short justamente pela ofensa feita ao GM Veselin Topálov. Até hoje quando se enfretam Topálov e Kramnik não apertam as mãos. (...)"

 

[Marcos Bueno Sander,

trecho do artigo adiante trancrito, na íntegra]

 

 

 

 

 

"ELES SÃO CELEBRIDADES MIDIÁTICO-MUNDIAIS"

(C R...)

 

 

                                         

 

                                                   

                                                       Para Lygia Bojunga e Gian Calvi (Gianvittore Calvi),

                                                       GMIs da literatura infantil, saudando todas as crianças do mundo,

                                                       as que jogam e as que não tiveram essa oportunidade, AINDA

 

 

 

 

 

2.4.2013 - Fotografias de Khalifman, Ponomariov, Kasimdzhanovc ou Qosimjonov [Касымджанов], Topalov, Kramnik e Anand - Os campeões mundiais de xadrez depois de Kasparov.  F.     

 

 

 

 
Anand contra Kramnik, 2008.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

 

 

 

===

 

 

 

 

"Ruslan Ponomariov

 
Ponomariov
Ponomariov 2010 Dortmund.jpg
Informações pessoais
Nome completo Ruslan Ponomariov
Nascimento 11 de outubro de 1983 (29 anos)
Gorlovka, Ucrânia
Nacionalidade Ucrânia
Títulos Grande Mestre

Ruslan Ponomariov, em ucraniano Руслан Пономарьов, (Gorlovka, 11 de Outubro de 1983) é um jogador de xadrez ucraniano.

No início da sua carreira no mundo do xadrez alcançou alguns resultados de vulto. Em 1994 classificou-se no terceiro lugar do Campeonato do Mundo sub-12, tinha dez anos de idade, no ano seguinte aos onze anos ganhou o dito campeonato. Em 1996 ganhou o Campeonato da Europa sub-18, contava apenas doze anos de idade. Em 1998, aos catorze anos foi-lhe atribuído o título de grandmaster (grande mestre, distinção atribuída no mundo do xadrez segundo critérios muito restritos), sendo na altura o jogador mais novo de sempre a receber esta distinção.

De entre os resultados mais notáveis de Ponomariov podem ser referidos a vitória no Donetsk Zonal de 1998, quinto de sete na taça europeia de clubes (onde venceu o então campeão do mundo pela FIDE, Alexander Khalifman), primeiro ex aequo com 7,5 em 9 pontos possíveis em Torshavn em 2000, 8,5 pontos em 11 para a Ucrânia na Olimpíada de 2001 em Istambul, primeiro lugar com 7 em 10 na Governor’s Cup em Kramatorsk em 2001.

Em 2002 venceu o seu compatriota Vasily Ivanchuk na final do campeonato do mundo da FIDE, com um resultado de 4,5-2,5, tornando-se, aos dezoito anos de idade, o primeiro adolescente a conquistar um título de campeão do mundo. No mesmo ano ficou em segundo num torneio de Linares muito forte, apenas atrás de Garry Kasparov. Em 2003 teve uma prestação não muito boa no torneio de Wijk aan Zee, ao classificar-se em 11º de 14, com um resultado de 6 em 13, ainda neste ano ficou em quinto de sete no torneio de Linares com 5,5 em 12.

Existiram planos para que jogasse um match de catorze jogos contra Kasparov em Ialta em Setembro de 2003, o vencedor iria jogar contra o vencedor do match entre Vladimir Kramnik e Péter Léko, como definido no denominado "Acordo de Praga" para que se reunificasse o título de campeão do mundo (desde 1993 que se verificou a cisão). Contudo, esta iniciativa foi abortada visto Ponomariov ter-se recusado a assinar o contrato sem reservas. Ponomariov manteve o título de campeão da FIDE até que Rustam Kasimdzhanov o venceu em 2004.

Quando joga com as brancas, Ponomariov por norma inicia o jogo com 1. e4, entrando nas linhas principais da Defesa Siciliana ou então da abertura Ruy Lopez. Com as pretas, responde a 1. e4 ou com 1… e5, entrando na abertura Ruy Lopez, ou jogando a Defesa Siciliana; contra 1. d4 costuma optar por diversas defesas, como o Gâmbito da Dama Aceite e a Indiana de Dama ou Indiana de Rei. Anteriormente na sua carreira utilizava o Gâmbito de Benko e a Defesa de Pirc, mas a partir de 2003 o seu repertório deixou de incluir estas opções.

Ligações externas

 
 
 
 

 

 

 

 

===

 

 

 

 

 

"Quinta-feira, 14 de março de 2013

Torneio dos Candidatos FIDE, Londres 2013

 


Wihelm Stenitz, Emanuel Lasker, José Raoul Capablanca, Alexander Alekhine, Max Euwe, Mikhail Botvinnik, Vassily Smyslov, Mikhail Tal, Tigran Varnatovich Petrosian, Boris Spassky, Robert "Bobby" James Fischer, Anatoly Karpov, Garry Kasparov, Vladimir Kramnik, Veselin Topálov e Viswanathan Anand. Todos esses nomes são universalmente reconhecidos como campeões mundiais de xadrez (não considero aqui títulos como o de Alexander Khalifman, Rustam Kasimdzhanov e Ruslan Ponomariov que foram apenas campeões mundiais FIDE. Com isso não quero diminuir o mérito de grandes jogadores de xadrez aqui citados, mas sim universalizar o reconhecimento do título que por bons anos ficou dividido entre a FIDE e a ACP). Nomes como Luís Ramirez de Lucena, Pedro Damiano, Ruy López de Segura, Leonardo da Cutri, Paolo Boi, Alessandro Salvio, Gioachino Greco, Kermur Sire de Legal, Fronçois-Andre Philidor, Alexandre Despchapelles, Louis De La Bourdonnais, Pierre de Saint Amant, Howard Staunton, Adolf Anderssen, Paul Morphy, Wihelm Stenitz e Johannes Zukertort foram reconhecidos como os melhores jogadores de algumas épocas apesar de não haver uma disputa oficial.

A história nos mostra a grandeza e a importância desse evento no mundo do xadrez. No dia 15 de Abril começa o Candidates Match FIDE, London 2013 e definirá o novo desafiante do atual campeão mundial o GM indiano Viswanathan Anand que desde sua vitória no México em 2007 mantém o título oficialmente. O período onde em todo o ciclo do Campeonato Mundial de Xadrez havia dois campeões, um FIDE e outro ACP, foi bastante conturbado e confuso para qualquer aficionado do xadrez. Depois que foi regulamentado a unificação dos títulos poderíamos pensar que havia acabado o tempo de dúvidas, mas acredito que somente Garry Kasparov e Vladimir Kramnik podem dizer que tem os seus títulos de forma pacífica, pois depois de perder para Veselin Topálov o título mundial, na revanche do GM russo o acusou o GM búlgaro de trapacear com lances de computador. A controvérsia permanece e causa animosidades até hoje entre o time de Kramnik e o time de Topálov. O episódio mais recente foi a recusa do GM Ivan Cheparinov em apertar mãos com o GM Nigel Short justamente pela ofensa feita ao GM Veselin Topálov. Até hoje quando se enfretam Topálov e Kramnik não apertam as mãos.

A cidade de Londres foi escolhida através do projeto do mestre internacional Malcom Pein que trouxe de volta o xadrez do mais alto nível a Inglaterra. O London Chess Classic está ano após ano conseguindo trazer os melhores jogadores do mundo e fazer um grande evento de xadrez com o torneio principal, simultâneas, transmissão ao vivo e comentários de especialistas. Magnus Carlsen e Vladimir Kramnik foram os seus campeõs até agora. Por esse motivo e por seu sucesso a cidade Londres foi escolhida para abrigar o Torneio do Candidatos FIDE de 2013. Em 2011, a cidade de Kazan na Rússia abrigou o último torneio dos candidatos. Gata Kamsky, Boris Gelfand, Veselin Topálov, Alexander Grischuk, Vladimir Kramnik, Levon Aronian, Teimour Radjabov e Shakhriyar Mamedyarov. O GM Magnus Carlsen apesar de estar classificado se retirou do torneio e foi substituído por Alexander Grischuk. Justamente esse jogador causou as duas maiores supresas do torneio. Ele eliminou o favorito, em rating pelo menos, Levon Aronian e na semifinal quando pegou o ex-campeão mundial Vladimir Kramnik também botou o seu compatriota para fora da disputa. E para supresa de todos o GM Boris Gelfand que havia eliminado Mamedyarov e Kamsky venceu Grischuk após sua epopéia desastrosa no final e foi o candidato a enfrentar Anand. Com a ausência de Carlsen o torneio perdeu bastante de seu valor. Anand enfrentou Gelfand e depois de partidas sem muito de novo ou excitante ele ganhou nos tie-breaks finalmente.
Preparado para o desafio, Magnus Carlsen.
Com a presença de Carlsen este ano o torneio toma outro espectro na comunidade enxadrística. Finalmente o "Mozart" do xadrez ou Magnus "Thor" Carlsen pelo seu estilo "guerreiro" de jogar disputará a chance de enfrentar o campeão mundial. Alguns já reclamam a ausência da mais nova estrela ascendente do xadrez mundial, o ítalo-americano, Fabiano Caruana, porém por nenhum meio ele se classificou para este evento, somente no próximo quem sabe? Carlsen terá adversários fortes a bater neste torneio, vamos conhecer os "candidatos" por assim dizer ao Campeonato Mundial de Xadrez contra Viswanathan Anand:
 
Nº 1 do mundo, Magnus Carlsen.
Ele é o terceiro grande mestre mais jovem da história do xadrez, perdendo apenas para o indiano Parimarjan Negi e para o ucraniano, hoje naturalizado russo, Sergey Karjakin. Na época em que ganhou o seu título de GM foi apelidado de "Mozart" do xadrez por sua juventude. Hoje, porém, depois de muitas conquistas, o rating mais alto de todos os tempos superando o lendário Garry Kasparov ele é retratado nos desenhos do cartunista José Diaz como o deus viking Thor com seu martelo que por vezes "esmaga" os seus adversários. Magnus (Grande em latim) Carlsen é como ele mesmo definiu um "guerreiro" e não um artista como Wolfgang Amadeus Mozart. Estrai o máximo de todos as suas partidas e leva as posições a um novo patamar no mundo do xadrez. Isso obrigou muitos outros a se renovarem se quisessem ter chance de fazer frente ao norueguês. Ainda como MI no Aberto de Reykjavik na Islândia ele empatou com Garry Kasparov e derrotou o já veterano Anatoly Karpov que elogiou o garoto após a partida. Vejamos o seus títulos:

- London Chess Classic 2009, 2010 e 2012;
- Wijk ann Zee 2008, 2010 e 2013;
- Tal Memorial 2011 e 2012;
- Nanjing 2009 e 2010;
- Grand Slam Final São Paulo - Bilbao 2011 e 2012;
- Biel Masters 2009;
- Aerosvit Foros 2008.

Ex-campeão mundial Vladimir Kramnik.
O russo de 37 anos dispensa apresentações, mas é justo fazer uma. Aluno da Escola de Mikhail Botvinnik é um dos remanscentes da escola soviética de xadrez. No início dos anos 90 em 1992 foi o melhor tabuleiro reserva das Olimpíadas de Manila. Ascendeu como campeão mundial derrotando nada mais e nada menos que Garry Kasparov em 2000. É o maior ganhador do Dortmund Sparkssen Chess-Meeting. Hoje ele se renova e é o 2º mais forte jogador do mundo, mas depois de seu match com Anand na Alemanha em 2008 ele perdeu um pouco de sua notariedade. Os seus títulos são:

- Linares 2000. 2003 e 2004;
- Deca-campeão do Dortmund Sparkssen Chess-Meeting;
- Wijk ann Zee 1998;
- Tal Memorial 2007 & 2008;
- London Chess Classic 2011;
- Grand Slam Final Bilbao 2010;
- As Olimpíadas de 2002 com a Rússia.

GM Levon Aronian, tri-campeão olímpico.
Alguns acham que aqui está o favorito a enfrentar Anand. Foi decepcionante sem dúvida ver ele eliminado por Alexander Grischuk no KO de 2011, mas espera-se que no round-robin ele prevaleça. Se talvez o grande mestre Levon Aronian não tenha títulos mundiais pessoais, ele tem o título junto da equipe de xadrez da Armênia. Herdeiros dos ex-campeão mundial Tigran Varnatovich Petrosian os armênios conquistaram nada mais do que três títulos de Olimpíada. Intercalando com o forte time Ucraniano eles desde 2002 não permitem que a Rússia retome seu posto de nação mais forte do mundo no xadrez. Smbat Lputian e Rafael Vanagian precederam e ajudaram essa geração que formada por jogadores como Levon Aronian, Vladimir Akopian, Sergei Movsesian, Karen Arsian, Tigran Levon Petrosian, Arman Pashikian, Avetik Grigoryan, Hrant Melkumyan, Gabriel Sargissian e Robert Hovhannisyan conquistaram todos esses títulos. Atual nº 3 do mundo com 2809 e já chegou a 2825. Além disso, Levon também tem alguns títulos individuais em sua conta:

- Linares 2006;
- Wijk ann Zee 2007, 2008 e 2012;
- Tal Memorial 2006, 2010 e 2011;
- Grand Slam Final - Bilbao 2009;
- Olimpíadas de 2006, 2008 e 2012;
- Campeonato Mundial de Times FIDE 2011.

GM azeri Teimour Radjabov.
O grande mestre Radjabov já chamou minha atenção desde o princípio, pois ao procurar enxadrístas da minha idade ele apareceu com uma das alternativas ao lado de outros como Hikaru Nakamura e Yue Wang. Ele se destaca por ter sido o mais jovem a derrotar um campeão mundial e de pretas quando venceu o grande mestre Garry Kasparov com sua Defesa Indiana. Ele cresceu nos últimos períodos e quase chegou pela primeira vez nos 2800, mas parou nos 2793. Desde então, permanece quieto, provavelmente se preparando para fazer melhor do que em 2011. É um dos três leões do Azerbaijão e se destaca desde as categorias infantis. Junto com Shakhriyar Mamedyarov e Vugar Gashimov compõe a elite do xadrez azeri. Junto com Rauf Mamedov e Gadir Guseinov conquistaram o Campeonato Europeu de Times em 2009. Vejamos o seu currículo:

- Wijk ann Zee 2007;
- Campeonato Europeu de Times 2009;
- Grande Prix FIDE Elista 2008.

Bi-campeão mundial de xadrez blitz, Alexander Grischuk.
Sua excelente campanha em 2011 em Kazan supreendeu muito e ele substituiu muito bem Magnus Carlsen. Será ele capaz de fazer tal "estrago" de novo aqui? Ele se diz inspirado por Magnus Carlsen a só jogar xadrez, já que ele chegou a dividir seu tempo entre o xadrez e o poker. Cresceu muito e é o 10º melhor jogador do mundo sendo um dos primeiros ícones da nova geração de russos. É um especialista em xadrez relâpago onde se rating bate os 2858! Seu maior rating foi de 2773 e tem 29 anos. Suas conquistas são:

- Linares 2009;
- Campeonato Mundial de Blitz 2006 & 2012;
- Super Final do Campeonato Russo 2009.

Vassily "Chucky" Ivanchuk "Norris".
O jogador mais ativo de todo circuito com 43 anos é o melhor ucraniano e acumula diversos títulos em todos os lugares e até o Aberto de Caxias na Festa Uva no Rio Grande do Sul. Conhecido também pelos seus nervos e "tiques". Liderou a Ucrânia nas Olimpíadas de 2002 e 2010. É sem dúvida um apaixonado pelo xadrez e pela sua 3º colocação na última Copa do Mundo de Xadrez ganhou sua vaga aqui. Vejamos sua lista de títulos:

- Linares 1989, 1991, 1995 e 2009;
- Wijk ann Zee 1996;
- Tal Memorial 2008;
- M-Tel Masters 2008;
- Biel Masters 1989;
- Capablanca Memorial 2005, 2006, 2007, 2010, 2011 e 2012;
- Grand Prix FIDE Jermuk 2009 (TIgran Varnatovich Petrosian Memorial).

Atual campeão da Copa do Mundo de Xadrez, Peter Svidler.
Aos seus 36 anos o grande mestre Peter Svidler mostra sua capacidade de chegar ao Torneio dos Candidatos mais uma vez. Com uma boa lista de títulos e bom humor ele já foi um dos 10 melhores jogadores do mundo e atingiu o rating de 2765 em Janeiro de 2006. Ele é sólido e estável, mas creio aqui ele seja um peixe "pequeno" e deve preparar-se para pensar muito e bem se tiver aspirações para este torneio, pois seus adversários são os mais fortes dos últimos tempos. Ele é um grande fã do esporte bretão cricket.

- Gibraltar Masters 2009;
- Copa do Mundo FIDE 2011;
- Mainz Chess 960 (Fischer Chess) 2003, 2004 e 2005;
- Hexa-campeão russo em 1994,1995, 1997, 2003, 2008 e 2011.

Derrotado por Vishy Anand em 2012, Boris Gelfand.
É o mais velho do torneio com 44 anos. Já estava bom ter ganhado a Copa do Mundo FIDE em 2009 e ele ainda "fatura" o Torneio dos Candidatos 2011 e por isso volta aqui em 2013. Perdeu nos playoffs para Anand por 2,5-1,5. Ele já foi campeão do mundo de xadrez rápido na ACP. Seu maior rating foi de 2761 e já esteve no top 10 mundial. Hoje ele possui um rating de 2740 e e o número 18 do mundo. Teoricamente o mais fraco, mas até que ponto podemos levar isso como um dado e o quão preciso ele é? Sua carreira tem os seguintes títulos:

- Biel Masters 2005;
- Tilburg 1996;
- Copa do Mundo FIDE 2009;
- Torneio dos Candidatos 2011.

A ponte de Londres.
Considero a elite do xadrez hoje jogadores como Carlsen, Kramnik, Aronian, Radjabov, Caruana, Anand e Karjakin. Alguns ficaram de fora, no entanto será o maior evento de xadrez do ano sem dúvida. Muitos torneios querem fazer par como o torneio na Noruega e o Alekhine Memorial em Paris e Moscou, mas esse tem maior relevância. Aliás um torneio na Noruega será realizado praticamente logo após o término deste e deve ser o mais forte do ano. Alekhine Memorial também promete, mas esse será mais tarde. Bom ver novos torneios já que outros como Linares e o M-Tel Masters desapareceram.

Única parada em Londres para o Candidates Tournament.
Links:


Por hora é somente isso pessoal,
MBS.
 

(http://marcoseoxadrez.blogspot.com.br/2013/03/torneio-dos-candidatos-fide-londres-2013.html