Rogel Samuel: Terremoto no Afeganistão

 



Como se não bastasse a guerra, um terremoto abala o Afeganistão.


“Um terremoto de magnitude 5,3 atingiu hoje uma montanhosa região ao norte da capital afegã, Cabul, matando sete pessoas e ferindo 30, segundo autoridades. O tremor ocorreu a 1 hora (horário local) na província de Samangan, quase na metade do caminho entre Cabul e Mazar-i-Sharif, no norte do país, segundo o vice-governador provincial, Kulam Sakhi Baghlani. São escassos os caminhos e outras vias de comunicação nessa área, dificultando a obtenção de informações. O terremoto foi também sentido em Cabul e nos vizinhos Usbequistão e Tajiquistão. Baghlani disse que três distritos com populações dispersas foram afetados. Pelo menos 300 casas feitas de barro foram danificadas. Dezenas de cabeças de gado morreram. Foram provocadas enchentes pelo terremoto, bloqueando rotas e complicando a chegada à área. "O sismo foi sentido com intensidade muito maior nas montanhas", disse Baghlani. Segundo ele, três unidades da defesa civil foram enviadas para avaliar as consequências do tremor”, diz o Estadão.

O Afeganistão já foi um rico país de tradição budista, onde nasceu (ou apareceu) Padmasambhava, ou Guru Rinpochê, autor de “O livro dos mortos”, tão famoso, mestre dos mestres do budismo do Tibet (foi ele quem levou o budismo para lá), o Afeganistão foi uma terra extraordinária antes de invadida e de ficar em guerras sucessivas.