Dilson Lages Monteiro Quinta-feira, 30 de março de 2017

Mural

* Nome
* E-mail
Telefone
Profissão
* Estado
* Cidade
Reload Image
Código:
* Sua mensagem
 
Comentários ( 27 )

FLORES DO VENTO Traz, amor, flores do vento Meus olhos precisam dessa cor solar Não se perde em tua linda A mais bem feitinha, Alguém deste lugar. Vem amor, que eu quero tanto Chega a ser de espanto O teu amor sonhar Reluzindo os teus olhinh

Naeno Rocha :
Teresina (PI)
postado:
18/10/13 - 21h04

eu quero é botar meu bloco na rua,sergio sampaio

nilton de souza moraes :
Maricá (RJ)
postado:
19/03/13 - 10h01

Rogel: Lendo seu texto de traução sobre Horácio, você diz que não sabe ao certo como era o nome da professora de latim da Faculdade Nacional de Filosofia da Universidade do Brasil , a qual não era um das minhas proessoras ppreferidas. Mas, o nome dela e Ziglinde ou Zieglind. A forma escrita também me escapou à memória. Mas, era mais ou menos essa. Peloç menos, vale peloç significante do nome próprio. Abarço do Cunha e Silva Filho

Cunha e Silva Filho :
Rio de Janeiro (RJ)
postado:
21/03/09 - 16h34

Rico site, professor. Espaço ativo de inteligência e cultura. É muito bom existirem pessoas interessadas pelas palavras no nosso estado. Abraço. www.retratocritico.blogspot.com

José Reis Neto :
Teresina (PI)
postado:
18/02/09 - 22h51

Acabço de ler seu artigo sobre pessoa e fico feliz que você tenha formado opinião crítica sobre a questão da heteronomia no grande poeta luso. Sua perspectiva merece ser discutda e alargada, mas tem validade e é desfiadora. Que bom que eu a encontre aqui no Intre-texto. Por que nãoç escreve uma acoçluna, com curriculum, foto e tudo. É bem provável que o Dílson a convide. Você vai enriquecer o Portal piauiense. Nunca mais nos vimos. Ainda está na Castelo Branco? Paarabéns pelo texto enxuto e e denso. Um abraço do Francisco da Cunha e Silva Filho

Cunha e Silva Filho :
Rio de Janeiro (RJ)
postado:
02/02/09 - 22h28

Ilustre professor Dilson Lage, Visitei sua página e apreciei o zelo com que é feita. A riqueza de autores também contribui para ser umas das mais nobres fontes de textos culturais do Piauí. Embora não seja um site, mas um simples blog, apresento-lhe minha página na internet: www.fcarvalho.com.br Atenciosamente, F.Carvalho

F.Carvalho :
Parnaíba (PI)
postado:
28/01/09 - 21h18

Como filho de Barras não poderia de parabenizar os filhos de minha terra que conseguem com tanta dificuldade superar obstáculos e vecerem na vida. Dilson vc é um guerreiro nessa cidade, a juventude é tão cheia de desilusão, não ha muito o que se fazer por ai e vc com inteligencia consegue fazer de seus poemas obras extraordinarias.Eu só tenho que agradecer a vc por ser filho de Barras, um abraço.

ronaldo :
Brasilia (DF)
postado:
06/12/08 - 22h07

Irei para o Amazonas dia 14-12-08, passerei dois dias em Manaus e depois irei a Maués, a cidade do Guaraná. Como sou Barrense fiquei feliz por conhecer parte de minha história

Maria de jesus Dias de Araújo :
Barras (PI)
postado:
05/12/08 - 12h52

Rogel Samuel, nos traz um Fernando Pessoa que joga com o mistério de "erro", quando o "certo" para os magos esotericos como ele, Fernando Pessoa, é um enigma para o julgamento comum da Humanidade. O Enigma é uma Simfonia que traz arte e alta melodia ao homem "comum". O poeta joga com seu sofrimento, emquanto as vezes o "sofrimento" é o tema obscuro da Simfonia que é toda a Arte Verdadeira da Alma do Poeta. clarisse

clarisse de oliveira :
Rio de Janeiro (RJ)
postado:
29/10/08 - 17h10

Deliciosa a Cronica "Zezinho das Contendas" que a gente lê e não perde o interesse pela narrativa.

clarisse de oliveira :

postado:
07/05/08 - 16h37

Bem,Dilson,adorei o Entre-textos,esta incrivel de bom! Recebi do Rogel a cronica dele que voce publicou e,logo abaixo, o meu comentario.Obrigada por divulgar esse tributo que fiz ao Rogel,por tudo o que ele eh,alem de grande escritor e poeta,muito culto e excelente ser humano,coisas raras de se encontrar atualmente.Parabens a voce pelo seu excelente trabalho.Beijinho,Ira.

Ira Esteves :

postado:
05/05/08 - 04h02

pela primeira vez que eu navego por aqui, vejo a beleza das poesias....

Jonathan Parreira :
Américo de Campos (SP)
postado:
13/03/08 - 16h13
 
Primeira123Última
Livraria online Dicionário de Escritores Exercícios de criação literária
Entretextos Acadêmico
Rádio Entretextos
Livros online Aúdios

Imagens da Cidade Verde: entrevista com o escritor Ribamar Garcia


Os anos da juventude, entrevista com Venceslau dos Santos


Listar todos
Últimas matérias

30.03.2017 - Depois de procelosa tempestade

Depois de procelosa tempestade

29.03.2017 - CELSO FURTADO

CELSO FURTADO

28.03.2017 - A peleja entre Deus e o diabo nos sertões do Piauhy

Uma incursão à antiga Vila do Mocha

28.03.2017 - Anti-homenagem

Hoje eu anti-homenageio o Governador do Rio de Janeiro, Sr. Pezão

28.03.2017 - VOLTO AO ASSUNTO: A CRIMINALIDADE BRASILEIRA

É um truísmo

27.03.2017 - Agrônomo Francisco Parentes

O acadêmico Reginaldo Miranda reconstitui a trajetória do pioneiro da agronomia no Piauí e fundador do Estabelecimento Rural São Pedro de Alcântara.

27.03.2017 - Guardem as cinzas - Esta é a novela de Andrea Ferraz

Uma novela na linhagem das tragédias gregas e universais

ENTRETEXTOS - DÍLSON LAGES MONTEIRO
Baloon Center, Av. Pedro Almeida nº 60, Sala 21 (primeiro piso) - São Cristóvão - Teresina - Piauí - CEP: 64052-280 Fone (86) 3233 9444
e-mail: dilsonlages[@]uol.com.br