Parabéns, Sergipe!

Inclusão da Praça São Francisco na lista do Patrimônio Mundial confirma a vocação para o turismo cultural e histórico da cidade de São Cristóvão, berço do Estado de Sergipe. 

  

 

 

 

 

  

"(...) A decisão [INTERNACIONAL-COLETIVA, DE INCLUIR A PRAÇA SÃO FRANCISCO NA LISTA DO PATRIMÔNIO DA HUMANIDADE] também foi comemorada pelo presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan, Luiz Fernando de Almeida, que defendeu o Valor Universal Excepcional da praça, a melhor representação no Brasil do período da União Ibérica, no Século XVI, quando Portugal e Espanha eram uma só coroa. Para ele, “a Praça São Francisco é exemplo único daquele momento histórico“, destacando-se ainda o contexto natural exuberante e preservado que confere à Praça uma paisagem construída singular.
 
O documento apresentado pelo Iphan ao Comitê do Patrimônio Mundial ressaltou que o Conjunto Arquitetônico da Praça, em que está erigido o Convento de São Francisco, é um dos mais expressivos remanescentes entre os que foram edificados pela Ordem Franciscana no Brasil colônia. Possui uma composição dinâmica própria em função da monumentalidade do adro e do cruzeiro e da ruptura com a idéia de equilíbrio e simetria comuns a outros conventos franciscanos, sendo que a Praça remete claramente às disposições da Lei IX das Ordenações Filipinas; o que a torna única no processo de ocupação do território brasileiro.

A Praça São Francisco representa um registro íntegro e autêntico de um fenômeno urbano singular no Brasil, que tem como contexto um período representativo de sua história: a aliança das coroas portuguesa e espanhola sob o domínio dos reinados de Felipe II e Felipe III”, registrou o documento brasileiro. (...)"

(TRECHO DE ARTIGO, adiante transcrito integralmente, DIVULGADO NO PORTAL BRASILEIRO DA UNESCO)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

BRASÃO DO ESTADO DE SERGIPE

(http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Brasao_Estado_Sergipe_Brasil.svg)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O SERGIPANO TOBIAS BARRETO

(SÓ A FOTO, SEM A LEGENDA LIDA

LOGO ACIMA:

(http://singrandohorizontes.files.wordpress.com/2010/01/tobias_barreto.jpg)

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O SERGIPANO SÍLVIO ROMERO,

CUJA OBRA FOI ESTUDADA EM

PROFUNDIDADE POR ANTONIO CANDIDO

(http://www.usp.br/edusp/livros/livro86.htm)

 

 

 

   

 

"Miss Brasil 1964 - Diários Associados

 


(A terceira colocada foi a [MISS SERGIPANA Maria Isabel de Avelar Elias,

QUE REPRESENTOU O BRASIL NO CERTAME

MISS MUNDO, FICANDO EM  4º LUGAR NESTE ÚLTIMO

CONCURSO INTERNACIONAL DE BELEZA]

Maracanãzinho - Rio de Janeiro (RJ)
Candidatas: 24

1- PARANÁ - Ângela Tereza Pereira  Reis de Vasconcellos - Miss Brasil Universo
2- GUANABARA - Vera Lúcia Couto dos Santos - Miss Brasil Internacional
3- MISS MUNDO BRASIL 1964 - SERGIPE - Maria Isabel de Avelar Elias
4- PERNAMBUCO - Ana Maria Costa Caldas
5- RIO GRANDE DO NORTE - Neli Cavalcanti Padilha
6- ESTADO DO RIO - Cecilia Rangel Martins da Rocha
7- RIO GRANDE DO SUL - Rosa Maria Gallas
8- MINAS GERAIS - Marília de Dirceu da Silva
9- CEARÁ - Ana Maria Carvalhedo

Demais Candidatas:

ACRE - Laura Maria Ribeiro Aranha
ALAGOAS - Terezinha Granja
AMAZONAS - Telma Lobo de Carvalho
BAHIA - Elvira Falcão
BRASÍLIA - Marli Igliori
ESPÍRITO SANTO - Justina  Martins Primo
GOIÁS - Eni Camilo Machado
MARANHÃO - Maria Tereza Boblitz
MATO GROSSO - Kátia Escudero
PARÁ - Maria Ester Bentes
PARAÍBA - Rosalma Andrade
PIAUÍ - Maricildes Pereira Costa
RONDÔNIA - Regina Azevedo de Almeida
SANTA CATARINA - Salete Maria Chiaradia"

 

 

Maria Isabel de Avelar Elias, miss Sergipe 1964: representou o Brasil no

Concurso Miss Mundo, sendo considerada a 4ª mais bela, naquele certame

internacional de beldades

(http://www.missmundobrasil.com.br/memoria/memoria_64.htm)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O SERGIPANO ADÍLSON JOSÉ RODRIGUES,

O Maguila, NA CAPA DA RESPEITOSA BIOGRAFIA

ESCRITA POR CARLOS ALENCAR

(http://2.bp.blogspot.com/_jE1G6XRyXo8/R2HJRxxrpeI/AAAAAAAAAPE/oFno9ymJ2bo/s320/Maguila.jpg)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ALCELMO GÓIS, sergipano, GILBERTO GIL, baiano e ZECA PAGODINHO, carioca:

A CAMISA DO TERCEIRO DA ESQUERDA PARA A DIREITA É MUITO BONITA!

(SEM A LEGENDA DA COLUNA "Recontando...", SÓ A FOTO tri-estupenda:

http://www.zecapagodinho.com.br/galeria/amigos)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O SERGIPANO JOEL SILVEIRA: herói na guerra,

herói na história da imprensa brasileira

(Só a foto, sem a legenda acima apresentada:

http://www.expressaotocantina.com.br/images/stories/Artigos/oinvernodaguerra.jpg)

 
 

 

 

 

 

"O RESPONSÁVEL PELA COLUNA "RECONTANDO ESTÓRIAS DO DOMÍNIO PÚBLICO" LAMENTA

PROFUNDAMENTE O FATO DE O ESCRITOR JOEL SILVEIRA NÃO ESTAR MAIS ENTRE NÓS:

ELE ESTARIA MUITO FELIZ, AGORA, E MERECIA, COMO SERGIPANO DE GRANDE

ENVERGADURA - E UNIVERSAL ESTATURA MORAL E LITERÁRIA -, VIVENCIAR ESSA 

MAGNA ALEGRIA DE SUA GENTE - E DE TODO O BRASIL!

JOEL SILVEIRA VIVE!"

 

F. BIttencourt

 

 

 

 


 
 
5.8.2010 - A Praça São Francisco, na cidade de São Cristõvão (o berço de Sergipe), era já, informalmente, e agora passa a ser, oficialmente - como há dias reconheceu, em Brasília, o Comitê do Patrimônio Mundial da Unesco - Patrimônio da Humanidade - O povo sergipano comemora a internacional conquista.  O Brasil muito deve a Sergipe e aos sergipanos, mas essa última vitória foi de âmbito planetário e não "apenas" nacional. Vitória merecida. Outras virão, certamente. A cidade de São Cristóvão está em festa. Foi às lágrimas uma grande quantidade de pessoas, quando se soube da muito justa decisão mundial. O Estado inteiro também também celebra o acontecimento. PARABÉNS, SERGIPE! (E parabéns, também, aos felizardos turistas que terão a oportunidade rara de conhecer a universalmente célebre PRAÇA SÃO FRANCISCO, na cidade de São Cristóvão, no Estado de Sergipe, Brasil.)  F. A. L. Bittencourt (flabitten@bol.com.br)

 

VISITE O ESTADO DE SERGIPE!

 

  

  

 

 


 

 
 
 

 
(http://www.flickriver.com/places/77HmWx.YA5nm9DLJFg/)
 
 
 
 

 
(http://pracasaofrancisco.se.gov.br/novidades/2010/06/sao-cristovao-recebe-investimentos-de-preservacao-dos-patrimonios-historicos/)
 
 
 
 

 
(http://www.infonet.com.br/politica/ler.asp?id=76444&titulo=politicaeeconomia)
 
 
 
 

 
(http://www.infonet.com.br/politica/ler.asp?id=76444&titulo=politicaeeconomia)

 

 

Foto a seguir: Maria Isabel de Avelar Elias, miss Sergipe 1964,

4º lugar no Concurso Miss mundo do mesmo ano (mesmo link, sendo


que na outra foto ela aparece em branco-e-preto, desfilando)

   

 

 

 


 

  
  
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Praça São Francisco - São Cristóvão, Sergipe
 
2.8.2010

 

"Praça São Francisco, em São Cristóvão, Sergipe, recebe título Patrimônio Mundial

 

O Brasil possui agora 18 bens inscritos na Lista de Patrimônio Cultural Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura – UNESCO. Reunido em Brasília, o Comitê do Patrimônio Mundial aprovou a indicação da delegação brasileira e incluiu na lista a Praça São Francisco, na cidade de São Cristóvão, em Sergipe.

O monumento foi o único candidato brasileiro entre os 39 bens que estão sendo avaliados na sessão do Comitê deste ano. Durante a reunião, o presidente do Comitê e ministro da Cultura do Brasil, Juca Ferreira, ressaltou que a inclusão da Praça de São Francisco na lista de Patrimônio Cultural Mundial representa “um reconhecimento à singularidade da formação do acervo cultural brasileiro”.

A decisão também foi comemorada pelo presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan, Luiz Fernando de Almeida, que defendeu o Valor Universal Excepcional da praça, a melhor representação no Brasil do período da União Ibérica, no Século XVI, quando Portugal e Espanha eram uma só coroa. Para ele, “a Praça São Francisco é exemplo único daquele momento histórico“, destacando-se ainda o contexto natural exuberante e preservado que confere à Praça uma paisagem construída singular.
 
O documento apresentado pelo Iphan ao Comitê do Patrimônio Mundial ressaltou que o Conjunto Arquitetônico da Praça, em que está erigido o Convento de São Francisco, é um dos mais expressivos remanescentes entre os que foram edificados pela Ordem Franciscana no Brasil colônia. Possui uma composição dinâmica própria em função da monumentalidade do adro e do cruzeiro e da ruptura com a idéia de equilíbrio e simetria comuns a outros conventos franciscanos, sendo que a Praça remete claramente às disposições da Lei IX das Ordenações Filipinas; o que a torna única no processo de ocupação do território brasileiro.

“A Praça São Francisco representa um registro íntegro e autêntico de um fenômeno urbano singular no Brasil, que tem como contexto um período representativo de sua história: a aliança das coroas portuguesa e espanhola sob o domínio dos reinados de Felipe II e Felipe III”, registrou o documento brasileiro.
 
Com relação à justificativa para a valoração da Praça São Francisco, o documento se apoiou na própria Convenção do Patrimônio Mundial da Unesco em seus critérios II e IV, ressaltando que o monumento é testemunha de um intercâmbio de valores e também é exemplo representativo de construção que ilustra um período significativo da história humana. Além disso, o documento assinalou que a Praça São Francisco é a prova da fusão das influências das legislações e práticas urbanísticas espanholas e portuguesas na formação de núcleos urbanos coloniais. Desta forma, a autenticidade da Praça São Francisco está explícita em seu desenho, entorno, técnicas, uso, função, contexto histórico e cultural.
 
A história
 
São Cristóvão é uma das mais antigas cidades do país e foi a primeira capital de Sergipe, fundada em janeiro de 1590, no contexto da Dinastia Filipina em Portugal. Os principais monumentos, na Cidade Alta, são cerca de 10 prédios em torno da praça que abriga também a Igreja e o Convento de São Francisco. A construção teve início em 1693 a partir das doações da comunidade aos franciscanos. Quando a cidade era a capital da Província, o convento abrigou a Assembléia Provincial e o salão da Ordem Terceira era ocupado pela Tesouraria Geral da Província. Já na República, São Cristóvão também aquartelou as tropas do batalhão que combateu os seguidores de Antônio Conselheiro, em Canudos, em 1897.
 
A cidade foi tombada pelo Iphan em 23 de janeiro de 1967. O Instituto adquiriu e restaurou um dos sobrados da praça onde, atualmente, mantém um escritório técnico e exposições culturais. O Museu de Arte Sacra também fica no complexo histórico e abriga um acervo considerado o terceiro mais importante do país. Existe ainda o Museu de Sergipe composto por peças que pertenceram às famílias nobres da região. (Fonte: IPHAN)
".