[Flávio Bittencourt]

A lenda do Cabeça de Cuia

Secularmente engendrado no Estado do Piauí, esse relato é tão poderoso que foi instituído um dia, em Teresina, do Cabeça de Cuia.

 

 

 

   

 

  

 

 

"Vocês podem ser Lacanianos, eu sou Freudiano"  

(JACQUES LACAN)

 

 

 

SIGMUND FREUD, flagrantes possivelmente em 16 mm,

filmes em branco-e-preto, Youtube:

http://www.youtube.com/watch?v=pje-pzGILuc&feature=related

 

 

 

JACQUES LACAN,

vídeo de síntese biográfica (locução em espanhol), Youtube:

http://www.youtube.com/watch?v=kRAeNBcFnLE&feature=related

 

 

 

O TEÓRICO FRANCÊS JACQUES DERRIDA (1930 - 2004)

FALA SOBRE JACQUES LACAN (na locução, tradução

para o espanhol da fala original no idioma francês),

Youtube:

http://www.youtube.com/watch?v=I7sG0C8oJbc

 

 

 

 

"10.7.2009

Revista Piauí e sua capa genial

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
  
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Esta é a capa da edição de julho [DE 2009] da Revista Piauí. Tem algo genial, junto com o título "Exclusivo!". Está na parte superior da capa, no canto da direita. Uma aproximação permite ver melhor.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

  

 

Exclusivo! Nenhuma linha sobre Michael Jackson.

Genial. No interior da revista realmente nada se encontra sobre Michael Jackson. Nada mesmo. Nenhuma linha. Eugênio Bucci, jornalista e professor da Escola de Comunicações e Artes da USP, escreveu belíssimo artigo sobre o tema. Acesse clicando aqui. O artigo de Eugênio assim como a revista são imperdíveis.

 



Leia mais: http://comunicatudo.blogspot.com/2009/07/revista-piaui-e-sua-capa-genial.html#ixzz17GbYOLlM".
 

(http://comunicatudo.blogspot.com/2009/07/revista-piaui-e-sua-capa-genial.html)

 

 

 

 

LENDA DO CABEÇA DE CUIA,

Youtube (TRÊS PEÇAS VIDEOGRÁFICAS):

 

 

1) http://www.youtube.com/watch?v=3XAhsP8Jr9M

 

2) http://www.youtube.com/watch?v=3nkLex-fy6c

 

3) http://www.youtube.com/watch?v=7r8d5DyrY60&feature=related

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sigmund Freud

Sigmund Freud
"Uma vida dedicada à compreensão das dores humanas"

 

 

 

 

 

LACAN refere-se a arte como o contorno do vazio

LACAN  refere-se a arte como o contorno do vazio 
 
 
 
 
 
 
 
 
  
 
  
 
 
 
 
 
 

 

 

 

 

 

Adriana de Barros/UOL
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
  
 
 
 
 
 
 
"Betty Milan ao vivo no Bate-papo UOL"

(http://tc.batepapo.uol.com.br/convidados/arquivo/livros/ult1750u375.jhtm)
 

 

 

 

 

Nascido em 1938, Magno Machado Dias (MD Magno) é Bacharel e Licenciado em Arte e em Psicologia; Psicólogo Clínico; Mestre em Comunicação, Doutor em Letras e Pós-Doutor em Comunicação (UFRJ). Discípulo e ex-analisando de Jacques Lacan. Foi Professor-Assistente do Departamento de Psicanálise da Universidade de Paris VIII (Vincennes), então dirigido por Jacques Lacan. Fundador do Colégio Freudiano do Rio de Janeiro, Fundador e Reitor da UniverCidadeDeDeus, em 1998 criou o NOVAmente . Além de suas atividades como psicanalista, Professor e Pesquisador da UFRJ [E DA UERJ], durante vinte e dois anos realizou ininterruptamente seu Seminário de Psicanálise (encerrado em 1998), criou a Nova Psicanálise, publicou diversos livros tanto teóricos quanto literários e continua sua produção teórico-clínica no NOVAmente.

foto:Dilmar Cavalher
Agência JB

(http://www.sinergia-spe.net/editoraeletronica/autor/044/cur_044.htm,

sendo que a médica psiquiatra, psicanalista e escritora DRA. BETTY MILAN

é co-fundadora do Colégio Freudiano do Rio de Janeiro)

 

 

 

 M. D. MAGNO (entrevista, programa do Jô Soares), Youtube:

http://www.youtube.com/watch?v=qWlnuuZn68o

http://www.youtube.com/watch?v=-CdXXiOf5O8&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=2-DKNKw4XG0&feature=related

    

 

 

Análise com Lacan - e outros momentos biográficos

 

BETTY MILAN: Entrada na psicanálise (em português), Youtube:

parte primeira [de onze]):

http://www.youtube.com/watch?v=3OpXd88s-zM

parte segunda [de onze]):

http://www.youtube.com/watch?v=LlRk6Fytzck&feature=related

parte terceira [de onze]):

http://www.youtube.com/watch?v=DHXrGLt3QqE&feature=related

 

   

 

LACAN, Seminários (legendas em espanhol), Youtube:

http://www.youtube.com/watch?v=GzQNglDv9DA&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=_zxdzGybjFI&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=SJ96pNtWD3Y&feature=related

LACAN, Télévision (em francês, parte primeira [de dez]), Youtube:

http://www.youtube.com/watch?v=ULfblSsRYKc&feature=related

LACAN, montagem com trechos do filme UM CÃO ANDALUZ,

de L. BUÑUEL &  S. DALÍ  (1929) e outros fragmentos audiovisuais

e musicais, Youtube:

http://www.youtube.com/watch?v=64y_DoZsobA&feature=related,

onde se pode ler:

"El deseo de un hombre que lleva la profesión de panadero.

Collage realizado con fragmentos de Un perro andaluz de Buñuel y Dali, First Trip de Syd Barret, Reinventar el psicoanalisis de Eisabeth Kapnist, e imágenes propias, con música de Jorge Sad, Syd Barret y Luis Alberto Spinetta'
.

 

 

 

HOMMAGE À JACQUES LACAN (fotos, gravuras, desenho, música)

http://www.youtube.com/watch?v=hg80rH3zxmM&feature=related:

 

 

 

 

PORTAL CABEÇA DE CUIA PONTO COM / NOTÍCIAS

"Estudo psicológico - 06/06/2008 às 15h01min

Lenda do cabeça de cuia é discutida em evento de psicanálise [EM TERESINA-PI, JUNHO/2008]

 

Uma lenda piauiense bastante conhecida – a Lenda do Cabeça de Cuia – retrata o comportamento humano, muitas vezes revelado em casos da vida real sobre os quais nem sempre se tem a devida compreensão. O tema estará em debate entre profissionais e estudantes da psicanálise durante o I Congresso de Psicanálise do Piauí, que acontece de 6 a 8 de junho [DE 2008]  na Faculdade Santo Agostinho.
 
Segundo a lenda, um pescador chamado Crispim golpeou a própria mãe com um grande osso por não ter o que comer. Antes de morrer, a mãe de Crispim jogou uma praga no rapaz, que, de acordo com a lenda, ainda hoje vaga nas madrugadas pelo rio Parnaíba. Apesar de bastante conhecida pelos piauienses, poucos questionam a lenda e os motivos que levariam um filho a matar a própria mãe. Por esse motivo, a lenda do Cabeça de Cuia foi escolhida para ser um dos temas a serem tratados durante o Congresso de Psicanálise do Piauí.
 
Durante os três dias do congresso, que é o primeiro desse tipo realizado no Estado, estudantes e profissionais das áreas da psicologia e psicanálise estarão reunidos, no Auditório da FSA, para discutir temas como as novas tendências da psicanálise, o papel da psicologia dentro da psicanálise e também analisarão a lenda do Cabeça de Cuia sob a perspectiva da psicanálise.
 
A professora Ana Lúcia Omina é quem coordena as discussões que, segundo ela, articulam e entrelaçam a cultura e a psicanálise. Em seu trabalho, a professora analisará a difícil relação entre mãe e filho sob um ponto de vista psicanalítico, tomando como exemplo a relação entre o pescador Crispim e sua mãe.
 
Além da análise da lenda, os participantes discutem temas que tentam desmistificar a mente do ser humano através da prática da psicanálise. “Esse evento visa promover a teoria e a técnica psicanalítica no que diz respeito a sua importância cientifica, além de tentar desmistificar a psicanálise apontando suas possibilidades e seus limites no que diz respeito ao conhecimento da mente humana percebendo o homem na sua singularidade a partir do inconsciente”, revela a coordenadora do congresso, Maria Zilda Linhares.
 
 O I Congresso de Psicanálise do Piauí, que começa nesta sexta-feira (06) às 18 horas e segue até o próximo domingo (08), receberá alunos e professores de todo o país, a exemplo dos professores Gilberto Safra e Leopoldo Fungêncio da PUC de São Paulo e Campinas respectivamente, além de alunos vindos do Maranhão e de cidades de todo Piauí".

(http://www.cabecadecuia.com/noticias/25226/lenda-do-cabeca-de-cuia-e-discutida-em-evento-de-psicanalise.html)

 

 

 

 

 

 

 

"QUEM TEVE A MUITO FELIZ IDEIA DE TRANSFORMAR LENDA EM DIA OFICIALMENTE RECONHECIDO MERECE UM TÍTULO HONROSO: O DE SER GRANDE RESPEITADOR(A) DAS TRADIÇÕES DE SEU POVO, cujos anseios mais profundos sabe ele - ou ela, se a iniciativa tiver partido de alguém do gênero feminino - transformar em LEI MUNICIPAL"

 

(COLUNA "Recontando estórias do domínio público")
 

 

 

 

 

 

 

 

 

                               AGRADECENDO AOS RESPONSÁVEIS PELO SITE CABEÇA DE CUIA,

                               HOMENAGEANDO O POVO DE TERESINA, ESTADO DO PIAUÍ, E

                               COMO REVERÊNCIA DE ADMIRAÇÃO E GRATIDÃO AO DOUTOR

                               JACQUES-MARIE ÉMILE LACAN (1901 - 1981)

 

 

 

 

 

 

11,12,2010 - Cada dia do ano deveria corresponder a uma lenda - Assim, a cada Santo do dia corresponderia um relato maravilhoso. Em 2003, em Teresina [CAPITAL DO ESTADO DO PIAUÍ, BRASIL], foi instituído o DIA DO CABEÇA DE CUIA. (Para usar de máxima sinceridade, com grande respeito por quem é de Teresina ou a adotou como cidade para residir, a lenda poderia até, eventualmente, ser outra - NÃO OUTRA QUALQUER, MAS UMA TÃO EXPRESSIVA QUANTO ESSA QUE ADIANTE SE TRANSCREVE [a do Cabeça de Cuia] -, considerando-se que o importante é que se instituiu um dia da lenda.)  F. A. L. Bittencourt (flabitten@bol.com.br)

 

 

 

 

 

A LENDA DO CABEÇA DE CUIA

"Crispim era um jovem rapaz, originário de uma família muito pobre, que vivia na pequena Vila do Poti (hoje, Poti Velho, bairro da zona norte de Teresina). Seu pai, que era pescador, morreu muito cedo, deixando o pequeno Crispim e sua velha mãe, uma senhora doente, sem nenhuma fonte de sustento. Sendo assim, Crispim teve que começar a trabalhar ainda jovem, também como pescador.

Um dia, Crispim foi a uma de suas pescarias, mas, por azar, não conseguiu pescar absolutamente nada. De volta à sua casa, descobriu que sua mãe havia feito para o seu almoço apenas uma comida rala, acompanhado de um suporte de boi (osso da canela do boi). Como Crispim jazia de fome e raiva, devido à pescaria fracassada, enfureceu-se com a miséria daquela comida e decidiu vingar-se da mãe por estarem naquela situação. Então, em um ato rápido e violento, o jovem golpeou a cabeça da mãe, a deixando a beira da morte. Dizem, até mesmo, que de onde deveria sair o tutano do osso do boi, escorria apenas o sangue da mãe de Crispim.

Porém, a velha senhora, antes de falecer, rogou uma maldição contra seu filho, que lhe foi atendida. A maldição rezava que Crispim transformasse-se em um monstro aquático, com a cabeça enorme no formato de uma cuia, que vagaria dia e noite e só se libertaria da maldição após devorar sete virgens, de nome Maria.

Com a maldição, Crispim enlouquecera, numa mistura de medo e ódio, e correu ao rio Parnaíba, onde se afogou. Seu corpo nunca foi encontrado e, até hoje, as pessoas mais antigas proíbem suas filhas virgens de nome Maria de lavarem roupa ou se banharem nas épocas de cheia do rio. Alguns moradores da região afirmam que o Cabeça de Cuia, além de procurar as virgens, assassina os banhistas do rio e tenta virar embarcações que passam pelo rio.

Outros também afirmam que Crispim ou, o Cabeça de Cuia, procura as mulheres por achar que elas, na verdade, são sua mãe, que veio ao rio Parnaíba para lhe perdoar. Mas, ao se aproximar, e se deparar com outra mulher, ele se irrita novamente e acaba por matar as mulheres.

O Cabeça de Cuia, até hoje, não conseguiu devorar nem uma virgem de nome Maria". 

(http://www.cabecadecuia.com/a-lenda-do-cabeca-de-cuia.html)

 

 

 

 

===

 

 

 

 

"28 Junho 2009

Cabeça de Cuia

 

Cabeça de Cuia é uma lenda da região nordeste do Brasil, mais precisamente criada no estado do Piauí. Trata-se da história de Crispim, um jovem garoto que morava nas margens do rio Parnaíba. Sua familia era necessitada. Um certo dia, chegando para almoço, sua mãe lhe serviu, como de costume, uma sopa rala, com ossos, já que faltava carne na sua casa frequentemente. Nesse dia ele se revoltou, e no meio da discussão com sua mãe, arremessou o osso contra ela, atingindo-a na cabeça e matando-a. Antes de morrer sua mãe lhe amaldiçoou a ficar vagando no rio e também como efeito da maldição, Crispim ficou com a cabeça muito grande, do tamanho de uma cuia, daí o nome "cabeça de cuia". A mãe ainda lhe disse que sua pena perduraria até que ele se relacionase sexualmente com sete marias virgens. Dada essa lenda, muitas garotas antigamente evitavam lavar as roupas às margens do rio parnaíba.

A Prefeitura de Teresina instituiu, em 2003, o Dia do Cabeça de Cuia, a ser comemorado na última sexta-feira do mês de abril.