Plano de Curso

1. OBJETIVOS

O Curso On-line de Redação para o Vestibular visa, sobretudo, aprimorar o conhecimento lingüístico do aluno, voltando-se à dissertação escolar; a partir da análise dialógica e detalhada das produções dos participantes, do estudo orientado de temas, bem como da compreensão das marcas discursivas do gênero em foco.


Nessa perspectiva, trabalha-se com o texto à luz das teorias lingüísticas como habilidade a ser desenvolvida e/ou aprimorada, e não exclusivamente como conteúdo. Trabalha-se com o texto, principalmente, aplicando contribuições da semântica, da análise do discurso e da linguística textual.


Por isso, o Curso é fundamentalmente prático. Assim, ao longo do Curso, busca-se, em primeiro plano, compreender e aplicar as estratégias do discurso envolvidas na leitura, escritura e reescritura da dissertação.

2. PÚBLICO-ALVO

Alunos de Ensino Médio, vestibulandos, universitários e interessados no aprimoramento da inteligência lingüística.

3. PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS


Ao longo de três meses, sempre às segundas-feiras, a partir das 14 horas, tema e/ou unidade teórico-prática será(ão) disponibilizado(s). O participante terá uma semana para produzir o texto e enviá-lo ao professor-orientador, através de um sistema exclusivamente criado para isso (orientações detalhadas sobre o funcionamento dele serão fornecidas após efetivação de matrícula-mensalidade).O professor-orientador devolverá o texto corrigido e avaliado juntamente com novo módulo em, no máximo, sete dias. Ao recebê-lo, compete ao participante reescrever a produção e, novamente, destiná-la ao Curso On-line. O procedimento se repetirá a cada semana. As unidades teóricas e práticas serão comentadas por e-mail, a fim de que o aluno possa abalizar suas respostas. As dúvidas devem ser encaminhadas ao link dúvidas, para serem eliminadas e/ou discutidas.Uma vez ao mês, em data e dia estabelecidos pelo professor, em acordo com o aluno, este, caso queira, e se residente em Teresina, discutirá os textos em encontro presencial, que ocorrerá nas dependências do Laboratório de Redação Professor Dílson Lages, situado na Av. Pedro Almeida, 60, sala 21(segundo piso), Edifício Baloon Center, fone: 233-9444, São Cristóvão, Teresina-PI.

4. CERTIFICADOS

O Laboratório de Redação Professor Dílson Lages emitirá certificado com carga horária de 40 horas de estudo aos alunos que realizarem 70% das atividades programadas

5. EMENTÁRIO


5.1. MÓDULOS TEÓRICO-PRÁTICOS

5.5.1. Como planificar o texto argumentativo
5.5.2. Como esrever a dissertação escolar
5.5.3. Como criar títulos sugestivos
5.5.4. Como se constrói o sentido do texto.
5.5.5. Como organizar o parágrafo
5.5.6. Como identificar informações implícitas
5.5.7. Como estabelecer relações intertextuais
5.5.8. Como escrever com autoria
5.5.9. Como argumentar eficientemente
5.5.10. Como utilizar os sinais de pontuação

5.2. MÓDULOS TEMÁTICOS

5.2.1. Desastres naturais

5.2.2. Livro digital

5.2.3  O exército no combate ao crime organizado

5.2.4.Ética

5.2.5 Redes sociais de relacionamento

5.2.6.Consumismo
 

5.2.7.Mulheres no poder
 

5.2.8 Lei seca no trânsito
 

5.2.9. Castigos físicos em crianças
 

5.2.10. Uso racional de água



6. BIBLIOGRAFIA BÁSICA DO PROFESSOR


ANDRADE, Maria Margarida de Andrade & Medeiros, João Bosco. Comunicação em Língua Portuguesa para os cursos de Jornalismo, Propaganda e Letras.São Paulo: Atlas, 2000.
ASSUMPÇÃO, Maria Elena Ortega Ortiz. Para escrever bem. São Paulo: Manole, 2002.
ABREU, Antônio Suárez. A arte de argumentar: gerenciando razão e emoção. Cotia-SP: Ateliê Editorial, 2003.
BASTOS, Lúcia Kopschitz & MATTOS, Maria Augusta de. A produção escrita e a gramática. São Paulo: Martins Fontes, 1992.
BERLO, David K. O processo da comunicação – introdução à teoria e à prática. São Paulo: Martins Fontes, 2003.
BRETON, Philippe. A argumentação na comunicação. Bauru-SP: EDUSC, 2003.
BRITO, Eliana Viana (org.) PCNS de Língua Portuguesa: a prática em sala de aula.São Paulo: Arte & Ciência, 2003.
CAMARGO, Thais Nicoleti de Camargo. Redação linha a linha. São Paulo: Publifolha, 2004.
CARDOSO, Sílvia Helena Barbi. Discurso e leitura. Belo Horizonte, Autêntica, 2003.
COSCARELLI, Carla Viana. Novas tecnologias, novos textos, novas formas de pensar. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.
DAYOUB, Khazzoun Mirched. A ordem das idéias: palavra, imagem, persuasão. Barueri-SP: Manole, 2004.
COSTA, Luciano Martins. Escrever com criatividade. São Paulo: Contexto, 2001.
DELL'ISOLA, Regina Lúcia Péret. Leitura: inferências e contexto sociocultural. Belo Horizonte: Formato, 2001.
DISCINI, Norma. O estilo nos textos. São Paulo: Contexto, 2003.
DIONÍSIO, Ângela Paiva & BESERRA, Normanda da Silva (orgs.) Tecendo textos, construindo experiências. Rio de Janeiro: Lucerna, 2003.
FALCÃO, Adriana. Pequeno dicionário de palavras ao vento. São Paulo: Editora Planeta do Brasil, 2003.
FARACO, Carlos Alberto & TEZZA, Cristóvão. Oficina de Texto. Petrópolis-RJ: Editora Vozes, 2003.
FÁVERO, Leonor Lopes. Coesão e coerência textuais. São Paulo: Ática, 1993.
FERREIRA, Reinaldo Mathias & LUPPI, Rosaura de Araújo Ferreira. Lições de Português para nunca mais esquecer. São Paulo: Martins Fontes, 2004.
GERALDI, João Wanderley. Portos de Passagem. São Paulo: Martins Fontes, 1997.
GUIMARAES, Eduardo. Texto e argumentação um estudo das conjunções do português. Campinas-SP: Pontes, 2002.
HOFFMANN, Jussara. Avaliando Redações: da escola ao vestibular. Porto Alegre: Mediação 2002.
KOCH, Ingedore G. Villaça. Desvendando os segredos do texto. São Paulo: Cortez, 2002.
__________. A coesão textual. São Paulo: Contexto, 1996.
__________.A inter-ação pela linguagem. São Paulo: Contexto, 2003.
__________. Introdução à lingüística Textual. São Paulo: Martins Fontes, 2004.
MARCHIONI, Rubens. Criatividade & redação: o que é, como se faz. São Paulo: Edições Loiola, 2001.
MONTEIRO, Dílson Lages. A metáfora em textos argumentativos. Teresina: edição do autor, 2001.
NOGUEIRA, Juarez. Manual de sobrevivência na redação: como escrever legal em concursos e vestibulares. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.
PAULINO, Graça & WALTY, Ivete & FONSECA, Maria Nazareth & CURY, Maria Zilda. Tipos de textos: modos de leitura. Belo Horizonte: Formato, 2001
PAULINO, Graça & WALTY, Ivete & CURY, Maria Zilda. Intertextualidades: teoria e prática. Belo Horizonte: Editora Lê, 1995.
RATHS, Louis. Aprender a pensar. São Paulo: EPU, 1997.
ROJO, Roxane (org.) A prática da linguagem em sala de aula. São Paulo: EDUC; Campinas-SP: Mercado de Letras, 2000.
RUIZ, Eliana. Como se corrige redação na Escola. Campinas-SP: Mercado de Letras, 2001.
SAYEG-SIQUEIRA. João Hilton. O texto: movimentos de leitura, táticas de produção e critérios de avaliação. São Paulo: Selinunte, 1990.
TRAVAGLIA, Luiz Carlos & KOCH, Ingedore Villaça. A coerência textual. São Paulo: Contexto, 1996.
TRAVLAGIA, Luiz Carlos. Texto e coerência. São Paulo: Cortez, 1993.
VAL, Maria das Graças Costa. Redação e textualidade. São Paulo: Martins Fontes, 2000.
XAVIER, Antônio Carlos dos Santos. Como se faz um texto:a construção da dissertação argumentativa. Recife: edição do autor, 2001.

7. BIBLIOGRAFIA DO ALUNO

Material didático elaborado pelo Laboratório de Redação Professor Dílson Lages

TOP