Dilson Lages Monteiro Sexta-feira, 23 de junho de 2017
PRÁTICAS DE LINGU@GEM - HELOISA AMARAL (HELÔ)
Heloisa Amaral (Helô)
Tamanho da letra A +A

Grupo de estudos - semana I

 


Sejam bem-vindos ao grupo de estudos sobre os principais temas do pensamento de Bakhtin e seu círculo!

Atividade 1:

Para começar, propomos que assistam ao vídeo com o professor doutor Carlos Alberto Faraco, um dos maiores especialistas em Bakhtin no Brasil.

Nesse vídeo (que dura pouco menos de vinte minutos), o professor Faraco falará sobre alguns conceitos de base presentes na obra bakhtiniana, além de situar os ouvintes em relação ao início das reflexões sobre a linguagem humana pelo chamado “Círculo de Bakhtin”. Prestem atenção, especialmente, na explicação de Faraco sobre os conceitos de língua e enunciado.

Vamos ao vídeo!

Atividade 2: 

Leiam a citação de Bakhtin:

A vida é dialógica por natureza. Viver significa participar de um diálogo: interrogar, escutar, responder, concordar etc. Neste diálogo o homem participa todo e com toda a sua vida: com os olhos, os lábios, as mãos, a alma, o espírito, com o corpo todo, com suas ações. Ele se põe todo na palavra, e esta palavra entra no tecido dialógico da existência humana, no simpósio universal.”

(BAKHTIN, M. M. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2003.)

Reflitam e anotem para discutirmos no encontro pelo Skype:

– Que relações podem ser feitas entre o trecho que acabaram de ler e os conceitos de linguagem e enunciação explicados por Faraco?

Atividade 3:

Leitura de um trecho de “Discurso na Vida, Discurso na Arte”, escrito por Bakhtin e Volochinov, seu parceiro no Círculo.

Discurso na Vida e Discurso na Arte – Trecho (PDF)

Acessem o PDF acima, leiam o trecho nele publicado e formulem questões sobre ele. Essas questões alimentarão nossa reflexão no momento do encontro no Skype.

Bibliografia

A bibliografia básica da primeira semana e o ensaio completo de M.Bakhtin /V.N. Voloshinov, do qual retiramos o trecho para leitura e discussão. Conforme os tradutores, Carlos Alberto Faraco e Cristovão Tezza,

“Este texto foi originalmente publicado em russo, em 1926, sob o título “Slovo v zhizni i slovo v poesie”, na revista Zvezda nº 6, e assinado por V. N. Voloshinov. A tradução para o português, feita por Carlos Alberto Faraco e Cristovão Tezza, para uso didático, tomou como base a tradução inglesa de I. R. Titunik (“Discourse in life and discourse in art – concerning sociological poetics”), publicada em V. N. Voloshinov, Freudism, New York. Academic Press, 1976.”

Cliquem no link para Discurso na Vida, Discurso na Arte, caso desejem ler o texto integral.

Compartilhar em redes sociais

Comentários (0)

Deixe o seu comentário


Reload Image








Últimas matérias da coluna

11.12.2016 - Grupo de estudos - semana I

16.08.2016 - Memórias de leitura da jornalista Deborah Brum

23.04.2016 - O cronista Machado de Assis

01.01.2016 - Alice no País das Maravilhas, o primeiro filme

19.07.2015 - Capacidades de leitura e pesquisa escolar

19.04.2015 - Fluência em leitura, um direito da criança

Ver mais
Livraria online Dicionário de Escritores Exercícios de criação literária
Entretextos Acadêmico
Rádio Entretextos
Livros online Aúdios

Imagens da Cidade Verde: entrevista com o escritor Ribamar Garcia


Os anos da juventude, entrevista com Venceslau dos Santos


Listar todos
Últimas matérias

21.06.2017 - Uma tarde na Fazenda Não me Deixes

Uma tarde na Fazenda Não me Deixes

20.06.2017 - ROGEL SAMUEL: BREVE MANUAL DE DIDÁTICA GERAL

Por que a didática geral?

19.06.2017 - Vozes da ribanceira

O autor escreve sobre o romance Vozes da ribanceira, do acadêmico Oton Lustosa.

19.06.2017 - Psycho Pass episódio 6: Akane confronta a crueldade humana

Prosseguindo a guia de episódios do seriado de ficção científica "Psycho Pass" chegamos ao chocante sexto episódio, onde Akane enfrenta uma esquartejadora.

19.06.2017 - Lançamento em Parnaíba de Histórias de Évora e A Menina do Bico de Ouro

O SESC convida para o lançamento de Histórias de Évora e A Menina do Bico de Ouro em Parnaíba

18.06.2017 - A REGRA E AS EXCEÇÕES

Alguém, de forma

16.06.2017 - Cruzando os Mares

A Bordo de um Cargueiro

16.06.2017 - Ariano e a estética do Não Foi Bem Assim

Essas coisas são inventadas por heróis picarescos, gente que para fugir da fome tem que remar o dia todo, a vida inteira.

16.06.2017 - Livros e raparigas

Um dia destes, em conversa com a mulher de um jornalista, escritor e (grande) tradutor brasileiro, falávamos de Os Desastres de Sofia e da famosa colecção Biblioteca das Raparigas

16.06.2017 - A gênese de nossa criação literária

A base de nossa criação literária fundamenta-se, portanto, na tentativa de fundir memória, imagem e sensação.

15.06.2017 - HOJE É CORPUS CHRISTI, SIM, SENHOR

Muita gente

15.06.2017 - DOCES FANTASMAS

Doces fantasmas esvoaçam os ares dentro de meu quarto.

14.06.2017 - Miranda, uma família pioneira no povoamento do Piauí.

O autor divulga notas sobre as origens da família Miranda, no Piauí.

13.06.2017 - Literatura piauiense

Na apresentação do livro de Francisco Miguel de Moura, Reginaldo Miranda faz análise da literatura piauiense.

13.06.2017 - Da arte do sol

Da arte do sol

ENTRETEXTOS - DÍLSON LAGES MONTEIRO
Baloon Center, Av. Pedro Almeida nº 60, Sala 21 (primeiro piso) - São Cristóvão - Teresina - Piauí - CEP: 64052-280 Fone (86) 3233 9444
e-mail: dilsonlages[@]uol.com.br