Dilson Lages Monteiro Sexta-feira, 22 de agosto de 2014
OS MISTÉRIOS DO REAL - CLARICE DE OLIVEIRA
Clarisse de Oliveira
Tamanho da letra A +A

O homem rude

O homem rude, não tem noção dos preambulos romanticos, para conquistar uma mulher.
Por sua vez, a mulher ja ouviu muitos "preambulos romanticos" e o que aconteceu em seguida, não era bem o que a mulher esperava...
Um principe deixa a mulher esperançosa, ansiosa, e uma sensação "depois" de que ficou faltando alguma coisa...
O homem rude, vai levar à mulher, o desejo que está dentro dele.
O homem rude não tem noção de como embrulhar o desejo como arte de presente.
O homem rude não quer dar presente nenhum... ele quer a mulher, impregnar o corpo dele com o calor do corpo da mulher, seu cheiro de fêmea, e a completa satisfação dele.
Pode ser que o homem rude tenha estrupado, em vez de ter "amado" a mulher... mas, que a mulher não está sentindo que falta alguma coisa, não está sentindo nada... tá sentindo até que sobrou muita coisa...
Para certas mulheres, na cama com um pincipe, sempre falta o o corpo de um homem rude.
                                                                                 clarisse

Compartilhar em redes sociais

Comentários (0)

Deixe o seu comentário


Reload Image








Últimas matérias da coluna

11.07.2014 - Saudade

05.07.2014 - Cavalgada das Walkirias

21.06.2014 - O Concavo e o Convexo

03.06.2014 - O Beijo que não me quer proteger

27.05.2014 - Meditando sobre a Verticalidade na Imaginação do Homem.

13.05.2014 - Concepção em Deus

20.04.2014 - A ESTRADA

07.04.2014 - ÚLTIMO FANTASMA

03.04.2014 - SETI I , O FARAÓ QUE FASCINAVA

27.03.2014 - A estrada

25.03.2014 - O menino

12.03.2014 - Poema para um homem sonhado‏

11.03.2014 - O PASSADO E O PRESENTE EM TODO-AGORA

05.03.2014 - a VERDADE

01.02.2014 - A Carne de Cristo‏

Ver mais
Livraria online Dicionário de Escritores Exercícios de criação literária
Entretextos Acadêmico
Rádio Entretextos
Livros online Aúdios

São Bernardo no olhar de Ricardo Ramos Filho


(Dê)pois, poema de Dílson Lages


Listar todos
Últimas matérias

22.08.2014 - O CAVALO DO APOCALIPSE

O CAVALO DO APOCALIPSE

20.08.2014 - Os Estados Unidos : seu povo e sua política externa

Deve-se distinuir a sociedade

19.08.2014 - O monstro da mitologia fenícia

O Leviathan

18.08.2014 - Maestro J. Antunes é candidato a deputado distrital

Ele é o melhor candidato, em Brasília, em nossa opinião

18.08.2014 - SOBRE O ÓDIO

A concepção individualista e realista do homem recusa qualquer pressuposto moral que vele pela paz e pela civilidade.

17.08.2014 - (IN)DEFINIÇÃO

Sou aquele que oscila perplexo entre o sono e a vigília

16.08.2014 - A lenda do Pão de Açúcar

Como todo monumento antigo, o Pão de Açúcar também tem suas lendas

16.08.2014 - A vida é breve, a leitura é longa

A respeito desta

15.08.2014 - Eduardo Campos, político pleno

Palavras que confundem

15.08.2014 - Jô Soares recebe alta

Ele ficou internado no Hospital Sírio-Libanês, no Centro de São Paulo/SP

15.08.2014 - DE HUMBERTO DE CAMPOS FEMINISTA

Humberto de Campos era um grande excelente cronista, mas contraditório.

13.08.2014 - Uma capital para a literatura

Aqui há uns meses um grupo de escritores de nomeada provindos de países e continentes vários assinou um manifesto inovador

13.08.2014 - Um autor novo

Descobrir um autor novo (novo pra mim, claro) me remoça.

13.08.2014 - O que o governo federal deixou de fazer para o bem do povo

Estamos quase em plena campanha

12.08.2014 - O SORRISO FOI DITO: poema de Jefferson Bessa

poesia

ENTRETEXTOS - DÍLSON LAGES MONTEIRO
Baloon Center, Av. Pedro Almeida nº 60, Sala 21 (primeiro piso) - São Cristóvão - Teresina - Piauí - CEP: 64052-280 Fone (86) 3233 9444
e-mail: dilsonlages[@]uol.com.br