Dilson Lages Monteiro Domingo, 29 de maio de 2016
NÃO TROPECE NA LÍNGUA - M. T. PIACENTINI
M. T. Piacentini
Tamanho da letra A +A

Concordância: substantivo e numerais

 

 

 

--- Como é certo falar: Fica Vossa Senhoria convocado para a 1ª e 2ª Sessão Extraordinária ou: para a 1º e 2º Sessões Extraordinárias...? Adriana Maria Fermino da Costa, Brotas/SP

Quando se trata da concordância de um substantivo com dois numerais - cardinais ou ordinais - há três opções corretas:

                    1) a 1ª e 2ª Sessão Extraordinária [subst. no sing. e só o primeiro artigo]

                    2) a 1ª e 2ª Sessões Extraordinárias [subst. no plural, um só artigo]

                    3) a 1ª e a 2ª Sessão Extraordinária [subst. no sing. com repetição do artigo]

Não se costuma colocar o substantivo no plural quando se repete o artigo definido (mais a preposição, quando for o caso) no segundo elemento, como no exemplo 3. Dito de outro modo: normalmente só se repete o artigo quando o substantivo determinado está no singular; portanto, repetindo-se o artigo não há necessidade do plural. De qualquer maneira, deve sempre prevalecer a eufonia, aquilo que soa bem.

 

Outro ponto: ainda que se opte pelo substantivo no plural, o artigo permanece no singular, a concordar com o numeral singular. Vejamos uma frase para exemplificar: em vez de "as 5ª e 6ª Câmaras são competentes" diga-se "a 5ª e 6ª Câmaras são competentes". Então: o artigo fica sempre no singular.

Mais exemplos com as variáveis de uso:

 

                     Peço parar no 1º e 2º andar. 

                     Peço parar no 1º e 2º andares.

                     Peço parar no 1º e no 2º andar.

 

              Dirigiu-se à quarta e quinta série.

                      Dirigiu-se à quarta e a quinta séries.

                      Dirigiu-se  à quarta e à quinta série.

                 

Observamos que uma frase como "dirigiu-se às quartas e (às) quintas séries" tem outro significado: quer dizer que existem várias séries de quarta e várias de quinta. Também é interessante notar que quando não há determinação dos substantivos (com a/o, da/do, à, temos duas e não três opções, sendo melhor e mais recomendável a alternativa com o singular:

 

                Foram publicadas decisões de juízes de 1º e 2º grau.
                Foram publicadas decisões de juízes de 1º e 2º graus.

                Sua tese analisa o ensino de 1ª a 4ª série no planalto catarinense.

                Sua tese analisa o ensino de 1ª a 4ª séries no planalto catarinense.

 Quando o substantivo precede os numerais é de praxe colocá-lo no plural: 

                Leia pelo menos os capítulos 1 e 2.

                Reformulamos os artigos 9º e 10 do projeto lei.

                O elevador parou nos andares 3º e 4º.

--- Sempre fico em dúvida quanto ao caso de citações como: Estou enviando os ofícios números (nºs) 21 e 23 ou os ofícios nº 21 e 23. Nair Hygina F. R. Pinto, São Paulo/SP

 

Trata-se da mesma questão de concordância nominal, só que agora antes dos dois numerais você tem também o substantivo número/nº, o qual pode ir ou não para o plural:

 

                Estou enviando os ofícios nºs 21 e 23.

                Estou enviando os ofícios nº 21 e 23.

 

Nessa segunda forma - melhor - fica subentendida a repetição do substantivo: os ofícios nº 21 e [nº] 23.

 

 

 

Compartilhar em redes sociais

Comentários (1)

achamos muito legal e interessante ha e experiente somos dos estados unidos e traduzinmos no site

larissa e geniffer
postado:
16-05-2011 10:59:17

Deixe o seu comentário


Reload Image








Últimas matérias da coluna

20.05.2016 - Substativos abstratos e concretos

30.04.2016 - Concordância: um substantivo e dois adjetivos

23.04.2016 - Concordância nominal: é proibido, é preciso.

05.04.2016 - Concordância nominal: é proibido... é preciso...

17.03.2016 - Profa., antes de mais nada, na verdade é correto

12.02.2016 - Lítero-musical, infanto-juvenil e espaço-temporal

01.01.2016 - Mais-que-perfeito e o pronome relativo quem

14.12.2015 - O ano recém-findo

02.12.2015 - Por um lado e por outro

10.11.2015 - Onde usar onde (1)

27.09.2015 - Um dos que sofre ou sofrem?

02.09.2015 - Onde usar onde (1)

18.07.2015 - Uso da vírgula em caso de verbo subentendido

09.06.2015 - Isso a gente já sabe - concordância

01.05.2015 - Socorro! Pontuação em excesso

Ver mais
Livraria online Dicionário de Escritores Exercícios de criação literária
Entretextos Acadêmico
Rádio Entretextos
Livros online Aúdios

Imagens da Cidade Verde: entrevista com o escritor Ribamar Garcia


Os anos da juventude, entrevista com Venceslau dos Santos


Listar todos
Últimas matérias

28.05.2016 - Eventos promocionais e institucionais

Interessa à autora a identidade da natureza das recepções

28.05.2016 - Estrangeiros

O jornal The Guardian tem sempre artigos interessantes sobre literatura

28.05.2016 - No Brasl Império, imigrantes chineses

Tese de Doutorado na Unicamp estuda cultura chinesa budista devocional.

26.05.2016 - HISTÓRIAS DE ÉVORA - Capítulo VII

Não sabia Marcos ao certo de que Évora seria invicta, pois não lhe constava que ela tivesse participado de alguma guerra ou batalha.

25.05.2016 - Biblioteca pessoana

Fernando Pessoa, como todos sabem, tinha uma boa biblioteca.

25.05.2016 - Os detalhes da narrativa

Manuais de escrita nos dão o tempo todo conselhos nessa praia.

25.05.2016 - LUIZ FILHO DE OLIVEIRA: POESIA, SÁTIRA E ENIGMAS DA LINGUAGEM

tERCEIRO LIVRO DE POESIA DO AUTOR

25.05.2016 - EM BUSCA DA POÉTICA DE J. G. DE ARAÚJO JORGE

Faço aqui uma breve tentativa de ensaio crítico sobre este grande poeta

23.05.2016 - O AMANTE DAS AMAZONAS DE ROGEL SAMUEL

Um obscuro deus dorme

21.05.2016 - O vice no ostracismo

Ao menos nesse ponto Temer está coberto de razão. Vamos ver agora como ele se sairá... e que Deus o ilumine.

20.05.2016 - Substativos abstratos e concretos

--- Muita gente me pergunta o seguinte: calor, frio e vento são substantivos concretos ou abstratos? O que responder?

20.05.2016 - LEMBRANÇAS DE RUI BARBOSA

Não sou especialisa das obras de Rui Barbosa

19.05.2016 - HISTÓRIAS DE ÉVORA - Capítulo VI

Com invulgar atenção leu Tomei um Ita no Norte, do escritor parnaibano Renato Castelo Branco, que num estilo elegante, conciso e cristalino contou muitos fatos interessantes e pitorescos da pequenina Parnaíba de sua meninice

16.05.2016 - QUE NÃO VENHA MAIS UMA TRAGICOMÉDIA NACIONAL

É claro que a permanência

16.05.2016 - A máscara de Sailor Vênus

Resenha do primeiro dos dois célebres mangás da Sailor Vênus, criada por Naoko Takeushi.

ENTRETEXTOS - DÍLSON LAGES MONTEIRO
Baloon Center, Av. Pedro Almeida nº 60, Sala 21 (primeiro piso) - São Cristóvão - Teresina - Piauí - CEP: 64052-280 Fone (86) 3233 9444
e-mail: dilsonlages[@]uol.com.br