Dilson Lages Monteiro Terça-feira, 26 de maio de 2015
NÃO TROPECE NA LÍNGUA - M. T. PIACENTINI
M. T. Piacentini
Tamanho da letra A +A

Concordância: substantivo e numerais

 

 

 

--- Como é certo falar: Fica Vossa Senhoria convocado para a 1ª e 2ª Sessão Extraordinária ou: para a 1º e 2º Sessões Extraordinárias...? Adriana Maria Fermino da Costa, Brotas/SP

Quando se trata da concordância de um substantivo com dois numerais - cardinais ou ordinais - há três opções corretas:

                    1) a 1ª e 2ª Sessão Extraordinária [subst. no sing. e só o primeiro artigo]

                    2) a 1ª e 2ª Sessões Extraordinárias [subst. no plural, um só artigo]

                    3) a 1ª e a 2ª Sessão Extraordinária [subst. no sing. com repetição do artigo]

Não se costuma colocar o substantivo no plural quando se repete o artigo definido (mais a preposição, quando for o caso) no segundo elemento, como no exemplo 3. Dito de outro modo: normalmente só se repete o artigo quando o substantivo determinado está no singular; portanto, repetindo-se o artigo não há necessidade do plural. De qualquer maneira, deve sempre prevalecer a eufonia, aquilo que soa bem.

 

Outro ponto: ainda que se opte pelo substantivo no plural, o artigo permanece no singular, a concordar com o numeral singular. Vejamos uma frase para exemplificar: em vez de "as 5ª e 6ª Câmaras são competentes" diga-se "a 5ª e 6ª Câmaras são competentes". Então: o artigo fica sempre no singular.

Mais exemplos com as variáveis de uso:

 

                     Peço parar no 1º e 2º andar. 

                     Peço parar no 1º e 2º andares.

                     Peço parar no 1º e no 2º andar.

 

              Dirigiu-se à quarta e quinta série.

                      Dirigiu-se à quarta e a quinta séries.

                      Dirigiu-se  à quarta e à quinta série.

                 

Observamos que uma frase como "dirigiu-se às quartas e (às) quintas séries" tem outro significado: quer dizer que existem várias séries de quarta e várias de quinta. Também é interessante notar que quando não há determinação dos substantivos (com a/o, da/do, à, temos duas e não três opções, sendo melhor e mais recomendável a alternativa com o singular:

 

                Foram publicadas decisões de juízes de 1º e 2º grau.
                Foram publicadas decisões de juízes de 1º e 2º graus.

                Sua tese analisa o ensino de 1ª a 4ª série no planalto catarinense.

                Sua tese analisa o ensino de 1ª a 4ª séries no planalto catarinense.

 Quando o substantivo precede os numerais é de praxe colocá-lo no plural: 

                Leia pelo menos os capítulos 1 e 2.

                Reformulamos os artigos 9º e 10 do projeto lei.

                O elevador parou nos andares 3º e 4º.

--- Sempre fico em dúvida quanto ao caso de citações como: Estou enviando os ofícios números (nºs) 21 e 23 ou os ofícios nº 21 e 23. Nair Hygina F. R. Pinto, São Paulo/SP

 

Trata-se da mesma questão de concordância nominal, só que agora antes dos dois numerais você tem também o substantivo número/nº, o qual pode ir ou não para o plural:

 

                Estou enviando os ofícios nºs 21 e 23.

                Estou enviando os ofícios nº 21 e 23.

 

Nessa segunda forma - melhor - fica subentendida a repetição do substantivo: os ofícios nº 21 e [nº] 23.

 

 

 

Compartilhar em redes sociais

Comentários (1)

achamos muito legal e interessante ha e experiente somos dos estados unidos e traduzinmos no site

larissa e geniffer
postado:
16-05-2011 10:59:17

Deixe o seu comentário


Reload Image








Últimas matérias da coluna

01.05.2015 - Socorro! Pontuação em excesso

01.05.2015 - Socorro! Pontuação em excesso

19.03.2015 - Tendência a viver

17.02.2015 - Vírgula e gerúndio

12.01.2015 - Superavit, Sub examine e Habeas Corpus

02.01.2015 - Crase com nomes próprios geográficos

15.12.2014 - A/em tempo, balé, carnê, carpete, tíquete

02.12.2014 - Crase com pronomes demonstrativos e com o que

17.11.2014 - Crase com nome de mulheres

01.11.2014 - Crase com nome próprios geográficos

11.10.2014 - Sempre os porquês

26.09.2014 - Sempre os porquês

11.09.2014 - Citação & citações

25.07.2014 - Maiúsculas: logradouros, cargos, documentos

05.07.2014 - E com vírgula - sim ou não (2)

Ver mais
Livraria online Dicionário de Escritores Exercícios de criação literária
Entretextos Acadêmico
Rádio Entretextos
Livros online Aúdios

Imagens da Cidade Verde: entrevista com o escritor Ribamar Garcia


Os anos da juventude, entrevista com Venceslau dos Santos


Listar todos
Últimas matérias

25.05.2015 - Asa de Corvo

Asa de Corvo

24.05.2015 - porta calada (rogel samuel)

porta calada (rogel samuel)

24.05.2015 - HOJE ME DERAM DE LEMBRANÇA: poema de Jefferson Bessa

POEMA

24.05.2015 - CELSO BARROS – TEMPO E MEMÓRIAS POLÍTICAS

Além de ter muito que contar, soube fazê-lo em diamantino e lapidar estilo, de frases elegantes, contudo concisas e claras, em que a beleza muitas vezes se reveste de genuína simplicidade.

24.05.2015 - No Ibrahim Sued

No Ibrahim Sued

24.05.2015 - Na mesma situação do velho Lima

Não sei se o leitor

23.05.2015 - Resenha para "O enigma do automóvel de prata" de Ronnie Wells (Jeronymo Monteiro)

Um dos grandes da ficção fantástica e de aventuras do Brasil, Jeronymo Monteiro deixou copiosa obra.

23.05.2015 - Variações em solo dum rio desta aldeia

Poema de Luiz Filho de OLiveira

23.05.2015 - Mundo em desajuste

É inegável o mérito da civilização ocidental que, mais do que qualquer outra, traçou sua trajetória num mundo de “certezas” e criou valores universais, mas se revelou absolutamente incapaz de transmiti-los

23.05.2015 - Eu, a poesia, o amor e a intrusa gramática

Quando escrevo, tirando a sofrida gramática, a poesia aparece.

22.05.2015 - Despertar paredes brancas (rogel samuel)

Retomar o fio da leitura interrompida

22.05.2015 - LUZ DE MAIO

Você conhece a luz dos dias de maio?

20.05.2015 - Entrevista com Regina Madeira

Entrevista publicada em 25 de abril de 2015 no Recanto das Letras, com a escritora fluminense Regina Madeira.

19.05.2015 - Terremoto de Nepal pone de Relieve los Peligros de las Represas en el Tíbet

El desarrollo hidroeléctrico en el Tíbet está cargado de enormes riesgos por el peligro de grandes terremotos.

18.05.2015 - A PANTERA 4

Chegamos junto, chegamos a uma íngreme pedra de umas grandes árvores cercada, cingida de um pequeno e claro riacho

ENTRETEXTOS - DÍLSON LAGES MONTEIRO
Baloon Center, Av. Pedro Almeida nº 60, Sala 21 (primeiro piso) - São Cristóvão - Teresina - Piauí - CEP: 64052-280 Fone (86) 3233 9444
e-mail: dilsonlages[@]uol.com.br