Dilson Lages Monteiro Domingo, 26 de março de 2017
LENDO POESIA - JEFFERSON BESSA (ORG.)
Jefferson Bessa
Tamanho da letra A +A

Poema de Heinrich Heine

Poema de Heinrich Heine

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sonhei de novo o sonho antigo:

Maio, juras de amor eterno,

Ambos sentados sob a tília

E tendo a noite como abrigo.

E juras a cada momento,

Risinhos, carícias, beijos:

Sem mais, porém, mordeu-me a mão,

Pra me lembrar do juramento.

Ó namorada de olhos claros,

Com seus caninos entre os ais:

Estou de acordo quanto às juras,

Mas a mordida foi demais.

 

tradução Décio Pignatari

Compartilhar em redes sociais

Comentários (0)

Deixe o seu comentário


Reload Image








Últimas matérias da coluna

19.03.2017 - Poema de Heinrich Heine

24.01.2017 - O açúcar: poema de Ferreira Gullar

14.12.2016 - Sobre o silêncio, dizia o místico - poema de Jefferson Bessa

29.11.2016 - POR QUE ESTA NOITE EU RI? – POEMA DE JOHN KEATS

26.10.2016 - NO CIRCO: poema de Antero de Quental

24.09.2016 - FUNGOS: POEMA DE JEFFERSON BESSA

22.08.2016 - OS CARAMUJOS: POEMA DE MANOEL DE BARROS

24.07.2016 - POEMA XXXIII DE ALBERTO CAEIRO/FERNANDO PESSOA

05.06.2016 - À espera dos bárbaros: um poema de Konstantinos Kaváfis

01.05.2016 - À BAHIA: POEMA DE GREGÓRIO DE MATOS

27.03.2016 - JOAQUIM CARDOZO: o poema Elegia dos pássaros voando

21.02.2016 - PASSANDO PELA RUA: POEMA DE JEFFERSON BESSA

31.01.2016 - EU NÃO SOU EU: POEMA DE JUAN RAMÓN JIMENEZ

29.11.2015 - CHÃO DA PELE: SEGUNDO E-LIVRO DE JEFFERSON BESSA

10.11.2015 - MONJOLO: poema de Raul Bopp

Ver mais
Livraria online Dicionário de Escritores Exercícios de criação literária
Entretextos Acadêmico
Rádio Entretextos
Livros online Aúdios

Imagens da Cidade Verde: entrevista com o escritor Ribamar Garcia


Os anos da juventude, entrevista com Venceslau dos Santos


Listar todos
Últimas matérias

23.03.2017 - Antenor Rêgo e seu dicionário de “Piauiês”

Em seu Dicionário do Piauí – a língua piauiense, de 160 páginas, estão catalogados em forma de verbetes, conforme consta na capa, o linguajar, as expressões, as sabenças, os falares, os costumes e as curiosidades de nosso povo.

22.03.2017 - AVIDEZ PELO DINHEIRO, FALTA DE ÉTICA E SOLUÇÕES VIÁVEIS PARA O BRASIL

tUDO QUE SE FEZ

20.03.2017 - A PEDRO COSTA

Dizem que ninguém é insubstituível. Tal premissa terá uma chance de se provar verdadeira, a partir de agora, com a partida prematura e inesperada de Pedro Costa, em relação aos seus empreendimentos, sonhos, anseios e desejos

19.03.2017 - Poema de Heinrich Heine

poesia

18.03.2017 - Anísio Brito

O acadêmico Reginaldo Miranda traça o perfil biográfico de um professor e historiador piauiense.

18.03.2017 - José Antonio Reguffe

A mídia pouco fala desse homem de comportamento exemplar entre os políticos!

17.03.2017 - BANDEIRAS DE FERRO

BANDEIRAS DE FERRO

16.03.2017 - A ELIZETH

A ELIZETH

16.03.2017 - No Cemitério da Ressurreição

Ao aproximar-se de mim, eu lhe disse que estava olhando minha própria sepultura.

15.03.2017 - POR QUE SÓ AGORA?

Se os políticos

15.03.2017 - A APARIÇÃO NA ALAMEDA DE MALLARMÉ

A APARIÇÃO NA ALAMEDA DE MALLARMÉ

15.03.2017 - A APARIÇÃO NA ALAMEDA DE MALLARMÉ

A APARIÇÃO NA ALAMEDA DE MALLARMÉ

14.03.2017 - Desembargador José Manuel de Freitas

O acadêmico Reginaldo Miranda traça o perfil biográfico de um importante magistrado e político piauiense.

14.03.2017 - A água canta

A água canta

13.03.2017 - Ojos de perro azul

Ojos de perro azul

ENTRETEXTOS - DÍLSON LAGES MONTEIRO
Baloon Center, Av. Pedro Almeida nº 60, Sala 21 (primeiro piso) - São Cristóvão - Teresina - Piauí - CEP: 64052-280 Fone (86) 3233 9444
e-mail: dilsonlages[@]uol.com.br