Dilson Lages Monteiro Terça-feira, 30 de maio de 2017
ESTUDOS & LITERATURAS - ANTÔNIO CARLOS ROCHA
Antônio Carlos Rocha
Tamanho da letra A +A

Meditação Andando com a Tocha Sagrada da PL

Eu também Conduzi uma Tocha

 

Por três vezes, em anos diferentes, eu também conduzi uma Tocha Mística: uns falam cerimônia das tochas, outros caminhada das tochas, Há quem diga meditação andando com as tochas, procissão das tochas etc.

 

Estávamos no Seiti – Terra Sagrada da PL = Instituição Religiosa Perfect Liberty, que fica em Arujá, SP, uma belíssima fazenda nas montanhas, silenciosa de uma forma sagrada. Beleza inigualável !

 

Todo mês de janeiro, nos fins de semana, realizam-se os “Lensei de Abertura da Sorte”. Lensei quer dizer “retiro de aprimoramento espiritual” e assim, no final da tarde de sábado os quase mil participantes concentram-se em frente ao Altar Externo, no mais absoluto silêncio, todos em preces e orações, mentalizando os seus projetos para o ano que se inicia, os seus pedidos de saúde, para si ou para outros...

 

A tocha principal é acesa e assim uma por uma vai sendo acesa, passando de uma pessoa para outra. Em seguida começa a caminhada-reza silenciosa. Acredito que caminhamos 1 kilômetro até o monumento chamado Himorogui, que é uma árvore considerada sagrada e veio do Japão.

 

Nas vezes que participei tinham em torno de novecentas e poucas pessoas. A cerimônia começa logo que vai escurecendo e termina umas 3 horas depois, quando todos que vieram, devagar, em oração e em duas longas filas indianas estão no alto da colina do Himorogui e são entoadas as preces sagradas.

 

As tochas são apagadas e então começamos a descer. Aqui e acolá já podem conversar baixinho, na volta. Mas a grande maioria mantém o silêncio experimentando verdadeiro êxtase espiritual.

 

Durante toda a cerimônia o Seiti fica completamente apagado e as luzes são apenas as tochas acesas.

 

A PL foi fundada no princípio do século XX, no Japão, por um monge zen budista e um xamã budista que vivia nas montanhas.

 

Estes Lenseis são ótimos, reúnem peelistas, amigos e simpatizantes de diversos pontos do Brasil e de outros países. No primeiro que participei, tive oportunidade de conhecer um casal que morava em uma cidade do Amazonas. Viajavam três dias de barco até Manaus e só então pegavam o avião para SP.

 

Quase mil pessoas, alojamentos masculinos de um lado, mulheres de outro. Nada de misturar as estações, nos Lenseis de Abertura da Sorte todos praticam e recebem as bênçãos da Perfeita Liberdade.

 

Ao longo dos ano existem outros Lenseis específicos que também reúnem muita gente.

 

Também é lá, na Terra Sagrada, onde funciona o Seminário da América do Sul, onde se formam os mestres, assistentes de mestres, missionários e missionárias que se espalham pelo mundo.

 

Em tempo: estes clérigos podem casar, constituir família e trabalharem normalmente em suas profissões.

 

 

 

 

 

Compartilhar em redes sociais

Comentários (0)

Deixe o seu comentário


Reload Image








Últimas matérias da coluna

28.05.2017 - Versos de Moradora no Harém

23.05.2017 - Fraternidade Espiritualista Universalista

16.05.2017 - Versos Religiosos Madrilenhos

22.04.2017 - Poesia de Hoje

15.04.2017 - Poesia atual

10.12.2016 - A Pança dos Formosos

03.12.2016 - Lendo e Comentando as palavras de Buddha.

28.11.2016 - Comunismo Espiritual Antiquíssimo !

18.11.2016 - Homenagem ao Pavilhão Pátrio

05.11.2016 - Literatura do Grande Veículo

29.10.2016 - O Alimento do Mundo

22.10.2016 - Texto dedicado à Amithaba, o Buda das Águas

16.10.2016 - Bodhisatva Leve e Suave

03.10.2016 - Bodhisatva Receptáculo Digno de Virtudes

26.09.2016 - Os Veneráveis Nomes do Sutra Lótus

Ver mais
Livraria online Dicionário de Escritores Exercícios de criação literária
Entretextos Acadêmico
Rádio Entretextos
Livros online Aúdios

Imagens da Cidade Verde: entrevista com o escritor Ribamar Garcia


Os anos da juventude, entrevista com Venceslau dos Santos


Listar todos
Últimas matérias

29.05.2017 - Eleição Direta é Golpe

Para esses oportunistas golpe tem dois pesos e duas medidas

28.05.2017 - Incursão à Fazenda Bom Gosto (Século XVIII)

Incursão à Fazenda Bom Gosto (Século XVIII)

28.05.2017 - Versos de Moradora no Harém

Poetisa Amante

28.05.2017 - Palmas para o Tocantins

O autor discorre sobre participação piauiense na Feira Literária Internacional do Tocantins (FLIT), realizada em julho de 2011.

27.05.2017 - A questão da pós-verdade e suas consquências danosas à ética individual e coletiva do mundo globalizado.

O tema escolhido

27.05.2017 - Feitosa, dos Inhamuns

O acadêmico Reginaldo Miranda analisa a obra genealógica do escritor Aécio Feitosa, que escreve sobre a importante família Feitosa, dos Inhamuns.

26.05.2017 - ROGEL SAMUEL: TEORIA DA CRISE

ROGEL SAMUEL: TEORIA DA CRISE

26.05.2017 - POEMA 'ÁGUA FRIA'

poesia

26.05.2017 - O RIO NEGRO

O RIO NEGRO

25.05.2017 - Teresina

O acadêmico Reginaldo Miranda escreve sobre a cidade de Teresina, capital do Piauí, por ocasião da outorga da Comenda Conselheiro Saraiva.

25.05.2017 - A enigmática Etrúria

Desprezada por muitos leitores, a Arqueologia é uma Ciência que vale a pena ser estudada pelos leigos, pois se revela muito interessante.

25.05.2017 - EM BUSCA DA POÉTICA DE J. G. DE ARAÚJO JORGE

EM BUSCA DA POÉTICA DE J. G. DE ARAÚJO JORGE

24.05.2017 - O dia em que saí no Ibrahim Sued

Era a sexta-feira do dia 17 de maio de 1985

23.05.2017 - UM AMIGO DE INFÂNCIA

No dia seguinte ao da mudança para a nossa pequena casa dos Campos, em Parnaíba, em 1896, toda ela cheirando ainda a cal

23.05.2017 - Fraternidade Espiritualista Universalista

Em pleno cerrado de Goiás...

ENTRETEXTOS - DÍLSON LAGES MONTEIRO
Baloon Center, Av. Pedro Almeida nº 60, Sala 21 (primeiro piso) - São Cristóvão - Teresina - Piauí - CEP: 64052-280 Fone (86) 3233 9444
e-mail: dilsonlages[@]uol.com.br