Dilson Lages Monteiro Segunda-feira, 29 de maio de 2017
ECLÉTICA - ELMAR CARVALHO
Eclética
Tamanho da letra A +A

VICENTINHO E O ZICO

Elmar Carvalho

 

 

Fui a Campo Maior visitar meus pais. Aproveitei para ir a casa do Henrique, filho do craque de futebol Vicentinho, para tirar umas fotografias desse atleta, com a finalidade de ilustrar uma crônica que fiz em sua homenagem. Foi ele o maior cobrador de faltas do futebol piauiense, por causa da precisão e força de seus chutes. Inteligente, era um grande armador de jogadas, em razão de seus arremessos certeiros e da boa distribuição em seus lançamentos.

 

Atuou nos arquirrivais Comercial e Caiçara, embora este último seja o time de seu coração, pois foi o que o trouxe do Ceará, e foi nesse esquadrão, sanguíneo e sanguinário alvirrubro, que atingiu o ápice de sua glória e performance. Enquanto esperava a vinda de Vicentinho, fiquei numa mercearia vizinha, a conversar com o amigo Zé Francisco Marques e o professor de química Carlos Sousa.

 

Através deste, fiquei sabendo que o craque, em virtude de sua alta qualidade, tinha o privilégio, na época em que jogou no Comercial, de não ter que ir para a “concentração”, que ficava no Horto Florestal, do outro lado da barragem. A casa de Vicentinho ficava perto do Estádio Deusdete Melo. Os jogadores, quando estava perto do início do jogo, atravessavam o paredão da barragem e seguiam pela rua onde o atleta residia até a praça futebolística.

 

Contou-nos o Carlos que, duas horas antes da partida, o craque lhe pedia fosse comprar um copo de pinga no bar e mercearia do senhor Antônio Borges, e tomava duas ou três doses da calibrina. Um pouco depois, chegava o time comercialino e Vicentinho engrossava o cortejo em direção ao estádio. Carlos Sousa contou ainda um outro episódio interessante da biografia futebolística do atleta. Certo dia, na preliminar do jogo em que o Tiradentes (PI) jogava contra o Flamengo (RJ), o Comercial venceu o Piauí pelo placar de cinco a dois.

 

O magnífico craque Deca marcou três gols, e Vicentinho, dois, em exímias cobranças de falta, em que a bola passou no chamado L da trave, local onde a coruja costuma dormir, no jargão do futebol. Antes de começar a partida principal, o craque flamenguista Zico, no início de sua carreira, foi pedir lições e “bizus” ao Vicentinho. Acredita-se que essas dicas preciosas foram importantes na irrepreensível trajetória do grande Zico.

 

Após a conversa e as fotografias, retornei a casa de meus pais, em companhia do Zé Francisco, para inaugurar o que chamei Recanto da Saudade, em homenagem ao bar de mesmo nome, do saudoso Dom Augusto da Munguba. O Recanto fica no quintal da casa, debaixo de frondosa mangueira, enlaçada por belas parasitas e rodeada por outras plantas de menor porte, algumas ornamentais e outras frutíferas.

 24 de janeiro de 2010

 

Compartilhar em redes sociais

Comentários (0)

Deixe o seu comentário


Reload Image








Últimas matérias da coluna

22.05.2017 - HISTÓRIAS DE ÉVORA já nas Livrarias de Teresina

18.05.2017 - Juiz Elmar Carvalho lança “Histórias de Évora” neste sábado (20)

16.05.2017 - DISCURSO DE RECEPÇÃO A QUATRO ACADÊMICOS NA APAL

10.05.2017 - APAL EMPOSSARÁ NOVOS MEMBROS NO PRÓXIMO DIA 12 DE MAIO

26.04.2017 - A saga da Capelinha de Palha

21.04.2017 - C@ARTA AO POETA CHICO MIGUEL

10.04.2017 - Noturno de Oeiras no hotel do SESC

07.04.2017 - VICENTINHO E O ZICO

23.03.2017 - Antenor Rêgo e seu dicionário de “Piauiês”

16.03.2017 - No Cemitério da Ressurreição

09.03.2017 - Nova expedição à Barra do Longá

04.03.2017 - O SHOPINNG, OS ÍNDIOS, A MÚSICA E OS LOBOS

22.02.2017 - LEÃO ENJAULADO

13.02.2017 - Paru

09.02.2017 - Morcego

Ver mais
Livraria online Dicionário de Escritores Exercícios de criação literária
Entretextos Acadêmico
Rádio Entretextos
Livros online Aúdios

Imagens da Cidade Verde: entrevista com o escritor Ribamar Garcia


Os anos da juventude, entrevista com Venceslau dos Santos


Listar todos
Últimas matérias

28.05.2017 - Incursão à Fazenda Bom Gosto (Século XVIII)

Incursão à Fazenda Bom Gosto (Século XVIII)

28.05.2017 - Versos de Moradora no Harém

Poetisa Amante

28.05.2017 - Palmas para o Tocantins

O autor discorre sobre participação piauiense na Feira Literária Internacional do Tocantins (FLIT), realizada em julho de 2011.

27.05.2017 - A questão da pós-verdade e suas consquências danosas à ética individual e coletiva do mundo globalizado.

O tema escolhido

27.05.2017 - Feitosa, dos Inhamuns

O acadêmico Reginaldo Miranda analisa a obra genealógica do escritor Aécio Feitosa, que escreve sobre a importante família Feitosa, dos Inhamuns.

26.05.2017 - ROGEL SAMUEL: TEORIA DA CRISE

ROGEL SAMUEL: TEORIA DA CRISE

26.05.2017 - POEMA 'ÁGUA FRIA'

poesia

26.05.2017 - O RIO NEGRO

O RIO NEGRO

25.05.2017 - Teresina

O acadêmico Reginaldo Miranda escreve sobre a cidade de Teresina, capital do Piauí, por ocasião da outorga da Comenda Conselheiro Saraiva.

25.05.2017 - A enigmática Etrúria

Desprezada por muitos leitores, a Arqueologia é uma Ciência que vale a pena ser estudada pelos leigos, pois se revela muito interessante.

25.05.2017 - EM BUSCA DA POÉTICA DE J. G. DE ARAÚJO JORGE

EM BUSCA DA POÉTICA DE J. G. DE ARAÚJO JORGE

24.05.2017 - O dia em que saí no Ibrahim Sued

Era a sexta-feira do dia 17 de maio de 1985

23.05.2017 - UM AMIGO DE INFÂNCIA

No dia seguinte ao da mudança para a nossa pequena casa dos Campos, em Parnaíba, em 1896, toda ela cheirando ainda a cal

23.05.2017 - Fraternidade Espiritualista Universalista

Em pleno cerrado de Goiás...

22.05.2017 - Um livro infantil de Irá Rodrigues

A literatura infantil é parte importante de nossa cultura, pois devemos estimular nossas crianças ao saudável hábito da leitura.

ENTRETEXTOS - DÍLSON LAGES MONTEIRO
Baloon Center, Av. Pedro Almeida nº 60, Sala 21 (primeiro piso) - São Cristóvão - Teresina - Piauí - CEP: 64052-280 Fone (86) 3233 9444
e-mail: dilsonlages[@]uol.com.br