Dilson Lages Monteiro Quinta-feira, 25 de maio de 2017
ECLÉTICA - ELMAR CARVALHO
Eclética
Tamanho da letra A +A

C@ARTA AO POETA CHICO MIGUEL

Elmar Carvalho

 

Remexendo em velhos papéis, encontrei o convite que o bardo Francisco Miguel de Moura me havia enviado para as bodas de ouro de seu casamento com dona Mécia. A comemoração estava marcada para o dia 08.12.2009, dia de N. S. da Conceição. Por ser feriado nacional, confirmei-lhe a minha presença, tanto por telefone, como pessoalmente, quando nos encontramos em nossa reunião na Academia.

 

Infelizmente, em virtude da Semana da Conciliação, o Tribunal de Justiça transferiu o feriado para a segunda-feira seguinte. De modo que, não podendo comparecer às bodas do casal amigo, que conheço desde o final da década de setenta, resolvi encaminhar-lhes, de minha Comarca, um e-mail, na data do jubileu matrimonial,  a que dei o título de C@RTA AO POETA CHICO MIGUEL, que para honra minha foi lido na festa. Julgo importante transcrevê-lo:

 

“Caro poeta Chico Miguel: Deveres profissionais me impedem de participar de sua festa de Bodas de Ouro, comemorativa de seu meio século de feliz união conjugal, como era meu desejo, para confraternizar com o amigo, dona Mécia, seus filhos e nossos vários amigos comuns. Entretanto, nada me impede de lhe dirigir algumas palavras, que calo no peito há muito tempo, aguardando o momento propício para deixá-las aflorar.

 

Você é um típico sertanejo, apesar da pele clara e dos olhos azuis. E como bom sertanejo, é antes e acima de tudo um forte, no dizer euclidiano. Nascido em Francisco Santos, então povoado de Jenipapeiro, estudou, mourejou, você que é um Moura, estirpe de boa fama, e venceu. Criou os filhos com dignidade, sobretudo através da boa palavra e do bom exemplo.

 

Sob sua liderança, reerguemos, nós, um punhado de escritores, a União Brasileira de Escritores do Piauí – UBE-PI. Você promoveu vários eventos em sua profícua administração e legalizou a entidade, para que ela existisse de fato e de direito.

 

Diria que o amigo é um poeta do coração e da razão, no perfeito equilíbrio dessas duas vertentes. Sem ser um cerebralista, cultiva a inteligência, a criatividade, o labor, a leitura e a lapidação perfeccionista dos seus escritos, desbastando a sua fatura literária dos lugares comuns, das construções insípidas e da mesmice. Mas sem deixar de lado a emoção e a paixão, e os sentimentos desprovidos de pieguice.

 

Creio seja você o último remanescente dos polígrafos, a esgrimir a prosa e os versos com invulgar habilidade, e tanto na prosa como no verso produzindo diferentes gêneros da arte de escrever. Em textos eminentemente literários tem cometido belos poemas, urdido admiráveis versos, e enfrentado com galhardia e desembaraço o romance e o conto. Na teoria literária, na crítica e na historiografia, escreveu um notável livro de nossa história literária, elaborou percucientes e instigantes ensaios e crítica literária, em que se percebe a sua avantajada cultura humanística e o seu invejável lastro de conhecimento em literatura.

 

Considero-o, sem nenhum favor, um de nossos mais honestos intelectuais e críticos, porque não faz concessões espúrias, nem tampouco ignora aqueles que realmente têm merecimento, dando a cada um o seu justo valor, entretanto sem achincalhes desnecessários e desumanos, e sem alardes laudatórios.

 

Sem dúvida é o amigo um legítimo escritor e poeta, por devoção e vocação incontrastável. E alimentou essa vocação e devoção através de longas leituras, perquirições e ruminações reflexivas, mediante uma inteligência poderosa, porém cultivada no constante esforço pessoal, de que sou testemunha.”

 

 27 de janeiro de 2010

Compartilhar em redes sociais

Comentários (0)

Deixe o seu comentário


Reload Image








Últimas matérias da coluna

22.05.2017 - HISTÓRIAS DE ÉVORA já nas Livrarias de Teresina

18.05.2017 - Juiz Elmar Carvalho lança “Histórias de Évora” neste sábado (20)

16.05.2017 - DISCURSO DE RECEPÇÃO A QUATRO ACADÊMICOS NA APAL

10.05.2017 - APAL EMPOSSARÁ NOVOS MEMBROS NO PRÓXIMO DIA 12 DE MAIO

26.04.2017 - A saga da Capelinha de Palha

21.04.2017 - C@ARTA AO POETA CHICO MIGUEL

10.04.2017 - Noturno de Oeiras no hotel do SESC

07.04.2017 - VICENTINHO E O ZICO

23.03.2017 - Antenor Rêgo e seu dicionário de “Piauiês”

16.03.2017 - No Cemitério da Ressurreição

09.03.2017 - Nova expedição à Barra do Longá

04.03.2017 - O SHOPINNG, OS ÍNDIOS, A MÚSICA E OS LOBOS

22.02.2017 - LEÃO ENJAULADO

13.02.2017 - Paru

09.02.2017 - Morcego

Ver mais
Livraria online Dicionário de Escritores Exercícios de criação literária
Entretextos Acadêmico
Rádio Entretextos
Livros online Aúdios

Imagens da Cidade Verde: entrevista com o escritor Ribamar Garcia


Os anos da juventude, entrevista com Venceslau dos Santos


Listar todos
Últimas matérias

24.05.2017 - O dia em que saí no Ibrahim Sued

Era a sexta-feira do dia 17 de maio de 1985

23.05.2017 - UM AMIGO DE INFÂNCIA

No dia seguinte ao da mudança para a nossa pequena casa dos Campos, em Parnaíba, em 1896, toda ela cheirando ainda a cal

23.05.2017 - Fraternidade Espiritualista Universalista

Em pleno cerrado de Goiás...

22.05.2017 - Um livro infantil de Irá Rodrigues

A literatura infantil é parte importante de nossa cultura, pois devemos estimular nossas crianças ao saudável hábito da leitura.

22.05.2017 - As formas simples

Surfando pelos saites de revistas literárias encontrei um artigo da Los Angeles Review of Books

22.05.2017 - Viagem com livros

Quando viajo, seja de avião, seja de comboio, levo sempre um livro comigo.

22.05.2017 - HISTÓRIAS DE ÉVORA já nas Livrarias de Teresina

O romance Histórias de Évora, de Elmar Carvalho, já se encontra à venda nas livrarias Entrelivros, Anchieta e Mons. Melo (UFPI), pelo módico preço de R$ 20,00.

22.05.2017 - O PRIMEIRO TURNO DA PRIMAVERA

Difícil é dizer da guerra no Iraque, do dólar, da miséria, da fome.

21.05.2017 - Odilon Nunes e a construção de nossa história.

O acadêmico Reginaldo Miranda analisa a obra historiográfica de Odilon Nunes, um dos mais acreditados historiadores brasileiros.

21.05.2017 - O lírico e telúrico em Elmar Carvalho

O autor analisa a obra poética do acadêmico Elmar Carvalho.

21.05.2017 - A VISÃO DO MAR

"Mar, belo mar selvagem"

20.05.2017 - Capitão Antônio Pereira da Silva

O acadêmico Reginaldo Miranda traça o perfil biográfico de um importante criador piauiense do período colonial.

18.05.2017 - Capitão Francisco Pereira da Silva

O acadêmico Reginaldo Miranda traça o perfil biográfico de um importante criador piauiense do período colonial.

18.05.2017 - Juiz Elmar Carvalho lança “Histórias de Évora” neste sábado (20)

Será realizado neste sábado (20), às 10 horas, o coquetel de lançamento da obra “Histórias de Évora”, de autoria do juiz Elmar Carvalho. O lançamento do livro será realizado na sede da Academia Piauiense de Letras.

17.05.2017 - ESTAMOS, OU NÃO, PERDIDOS, SANDOVAL?

Um exemplo: meio mundo anda bastante feliz com as escaramuças jurídicas que o juiz responsável pela Lava-jato vem fazendo com essa corja de bandoleiros que dilapidam o país há décadas; logo, ele seria o "cara", certo? Não!

ENTRETEXTOS - DÍLSON LAGES MONTEIRO
Baloon Center, Av. Pedro Almeida nº 60, Sala 21 (primeiro piso) - São Cristóvão - Teresina - Piauí - CEP: 64052-280 Fone (86) 3233 9444
e-mail: dilsonlages[@]uol.com.br