Dilson Lages Monteiro Domingo, 23 de novembro de 2014
CRÔNICA DE SEMPRE - ROGEL SAMUEL
Rogel Samuel (atualização diária)
Tamanho da letra A +A

Dia da consciência negra: Cruz e Sousa

No dia da consciência negra me debruço a ler o nosso poeta maior, nos sons desses violões. A sonoridade é perfeita, e se ouvem os violões em "velhos vórtices velozes dos ventos, vivas, vãs, vulcanizadas".

Quando os sons dos violões vão soluçando,

Quando os sons dos violões nas cordas gemem,

 

Seus versos expõem os  "oens", lamentos mornos, soluços murmurantes:

 

Ah! plangentes violões dormentes, mornos,

Soluços ao luar, choros ao vento…

Tristes perfis, os mais vagos contornos,

Bocas murmurejantes de lamento.

 

O poeta negro é sofisticadíssimo. Compete com os melhores seus iguais poetas simbolistas franceses. Sabia francês, latim, grego, matemática. Combateu a escravidão – era filho de escravos. Sofreu preconceito racial quando quis ser promotor. Trabalhou na Central do Brasil.

Seus quatro filhos morreram de tuberculose, e ele também.  Ele é o poeta da angústia metafísica, das nuances.   E nada mais Brasil do que esses violões.

 

Noites de além, remotas, que eu recordo,

Noites da solidão, noites remotas

Que nos azuis da Fantasia bordo,

Vou constelando de visões ignotas.

Sutis palpitações a luz da lua,

Anseio dos momentos mais saudosos,

Quando lá choram na deserta rua

As cordas vivas dos violões chorosos.

Quando os sons dos violões vão soluçando,

Quando os sons dos violões nas cordas gemem,

E vão dilacerando e deliciando,

Rasgando as almas que nas sombras tremem.

Harmonias que pungem, que laceram,

Dedos Nervosos e ágeis que percorrem

Cordas e um mundo de dolências geram,

Gemidos, prantos, que no espaço morrem

 

Compartilhar em redes sociais

Comentários (0)

Deixe o seu comentário


Reload Image








Últimas matérias da coluna

21.11.2014 - MEDITAÇÃO NO PARQUE

20.11.2014 - Morre o ex-ministro Marcio Thomaz Bastos

16.11.2014 - Boa acolhida de Modernas Teorias Literárias na Fliporto

15.11.2014 - O ROMANCEIRO

12.11.2014 - MORRE LEANDRO KONDER

08.11.2014 - Casa tomada de Cortazar

05.11.2014 - Tufic recebe comenda

04.11.2014 - BLOG DJALMA PASSOS

24.10.2014 - POESIA ARGENTINA

19.10.2014 - A QUESTÃO FUNDAMENTAL DA METAFÍSICA

14.10.2014 - Noite negra

13.10.2014 - NEUZA MACHADO: O FOGO DA LABAREDA DA SERPENTE

10.10.2014 - GULLAR NA ACADEMIA

29.09.2014 - A ELEIÇÃO É UMA REVOLUÇÃO DEMOCRÁTICA

24.09.2014 - LEIA "A ELEIÇÃO É UMA REVOLUÇÃO DEMOCRÁTICA"

Ver mais
Livraria online Dicionário de Escritores Exercícios de criação literária
Entretextos Acadêmico
Rádio Entretextos
Livros online Aúdios

Os anos da juventude, entrevista com Venceslau dos Santos


São Bernardo no olhar de Ricardo Ramos Filho


Listar todos
Últimas matérias

21.11.2014 - André Carneiro

Falecido aos 92 anos, André Carneiro é um ícone da ficção científica brasileira.

21.11.2014 - O OVO

Acaso aquele ovo seria o caos e o átomo primordial de algo que estava por vir?

21.11.2014 - MEDITAÇÃO NO PARQUE

MEDITAÇÃO NO PARQUE

20.11.2014 - O Papa tem razão

Nãoquero estar na pele

20.11.2014 - Morre o ex-ministro Marcio Thomaz Bastos

Morre o ex-ministro Marcio Thomaz Bastos

19.11.2014 - O que os ateus esperam?

Nunca consegui entender o raciocínio de nossos irmãos ateus, pelo contraditório que encerra a religião do ateísmo.

19.11.2014 - O Mausoléu de Halicarnasso

Uma das 7 Maravilhas Antigas da Humanidade

17.11.2014 - Quebra-cabeça versus inovação

Entre a análise cartesiana e o 'design thinking'

17.11.2014 - Ler e sobreviver

Sabe quem lê que a leitura só traz benefícios, até porque aprender é maravilhoso

17.11.2014 - Crase com nome de mulheres

O acento indicativo de crase antes de nomes próprios de mulheres é tido como facultativo, pois se escreve “à” diante de alguns nomes femininos, mas não diante de outros.

17.11.2014 - Ser antologista

Ser antologista é passar meses à procura de uma história que use uma abordagem qualquer do tema, não encontrá-la, e depois de jogar-a-toalha nessa busca achar uma história perfeita

16.11.2014 - "Eu te punirei em nome da Lua"

O quinto volume do mangá Sailor Moon, aqui resenhado, apresenta episódios antológicos.

16.11.2014 - Boa acolhida de Modernas Teorias Literárias na Fliporto

Boa acolhida de Modernas Teorias Literárias na Fliporto

15.11.2014 - É de estarrecer!

A coisa anda feia

15.11.2014 - O ROMANCEIRO

"Não posso mover meus passos / por esse atroz labirinto"

ENTRETEXTOS - DÍLSON LAGES MONTEIRO
Baloon Center, Av. Pedro Almeida nº 60, Sala 21 (primeiro piso) - São Cristóvão - Teresina - Piauí - CEP: 64052-280 Fone (86) 3233 9444
e-mail: dilsonlages[@]uol.com.br