Dilson Lages Monteiro Sexta-feira, 29 de julho de 2016
CRÔNICA DE SEMPRE - ROGEL SAMUEL
Rogel Samuel (atualização diária)
Tamanho da letra A +A

Dia da consciência negra: Cruz e Sousa

No dia da consciência negra me debruço a ler o nosso poeta maior, nos sons desses violões. A sonoridade é perfeita, e se ouvem os violões em "velhos vórtices velozes dos ventos, vivas, vãs, vulcanizadas".

Quando os sons dos violões vão soluçando,

Quando os sons dos violões nas cordas gemem,

 

Seus versos expõem os  "oens", lamentos mornos, soluços murmurantes:

 

Ah! plangentes violões dormentes, mornos,

Soluços ao luar, choros ao vento…

Tristes perfis, os mais vagos contornos,

Bocas murmurejantes de lamento.

 

O poeta negro é sofisticadíssimo. Compete com os melhores seus iguais poetas simbolistas franceses. Sabia francês, latim, grego, matemática. Combateu a escravidão – era filho de escravos. Sofreu preconceito racial quando quis ser promotor. Trabalhou na Central do Brasil.

Seus quatro filhos morreram de tuberculose, e ele também.  Ele é o poeta da angústia metafísica, das nuances.   E nada mais Brasil do que esses violões.

 

Noites de além, remotas, que eu recordo,

Noites da solidão, noites remotas

Que nos azuis da Fantasia bordo,

Vou constelando de visões ignotas.

Sutis palpitações a luz da lua,

Anseio dos momentos mais saudosos,

Quando lá choram na deserta rua

As cordas vivas dos violões chorosos.

Quando os sons dos violões vão soluçando,

Quando os sons dos violões nas cordas gemem,

E vão dilacerando e deliciando,

Rasgando as almas que nas sombras tremem.

Harmonias que pungem, que laceram,

Dedos Nervosos e ágeis que percorrem

Cordas e um mundo de dolências geram,

Gemidos, prantos, que no espaço morrem

 

Compartilhar em redes sociais

Comentários (0)

Deixe o seu comentário


Reload Image








Últimas matérias da coluna

28.07.2016 - MORRE MOACIR ANDRADE

15.07.2016 - 84 MORTOS

13.07.2016 - A PORTA DA CIDADE

12.07.2016 - TUFIC: MEUS OITENTA ANOS

10.07.2016 - baixada blues

08.07.2016 - MEU CAVALO CHEGOU

03.07.2016 - TEATRO AMAZONAS - A PRIMEIRA EDIÇÃO ESTÁ NO FIM

02.07.2016 - Tivemos ídolos

29.06.2016 - A lógica do quintal

17.06.2016 - NOITE

16.06.2016 - CARTAGO FUI EU - JORGE TUFIC

15.06.2016 - Discurso de Posse de Guimarães Rosa na Academia Brasileira

14.06.2016 - A leitura

11.06.2016 - A luz das coisas ocultas

11.06.2016 - A luz das coisas ocultas

Ver mais
Livraria online Dicionário de Escritores Exercícios de criação literária
Entretextos Acadêmico
Rádio Entretextos
Livros online Aúdios

Imagens da Cidade Verde: entrevista com o escritor Ribamar Garcia


Os anos da juventude, entrevista com Venceslau dos Santos


Listar todos
Últimas matérias

29.07.2016 - ESPLENDOR E DECADÊNCIA

ESPLENDOR E DECADÊNCIA

28.07.2016 - MORRE MOACIR ANDRADE

MORRE MOACIR ANDRADE

27.07.2016 - ESPLENDOR E DECADÊNCIA DO IMPÉRIO AMAZÔNICO

NEUZA MACHADO: ESPLENDOR E DECADÊNCIA DO IMPÉRIO AMAZÔNICO

26.07.2016 - Sailor Vênus encontra a si mesma

Resenha do volume 2 do mangá

26.07.2016 - A BANCA DO LOURO

O nosso Louro de fato é louro, donde o seu nome, mas é, sobretudo, um cidadão do bem e de bem com a vida

24.07.2016 - POEMA XXXIII DE ALBERTO CAEIRO/FERNANDO PESSOA

poesia

24.07.2016 - POEMA XXXIII DE ALBERTO CAEIRO/FERNANDO PESSOA

poesia

24.07.2016 - A DANÇA DE BEETHOVEN

A DANÇA DE BEETHOVEN

24.07.2016 - LITERATURA É SENTIMENTO, O RESTO É TÉCNICA

Os poemas inspirados

23.07.2016 - A PANTERA 7

A PANTERA 7

23.07.2016 - A PANTERA 7

A PANTERA 7

20.07.2016 - O aborto é inaceitável

Quando se usa a lógica combinada com os fatos objetivos, não há como defender esta prática hedionda.

20.07.2016 - O CÉU ESTÁ CARREGADO: NUVENS NEGRAS POR TODA A PARTE

É assim que me senti por um período

20.07.2016 - A AMIZADE

A AMIZADE

17.07.2016 - A PANTERA 6

Acrescentar eu devo que prosseguindo mudos naquela direção o dia inteiro...

ENTRETEXTOS - DÍLSON LAGES MONTEIRO
Baloon Center, Av. Pedro Almeida nº 60, Sala 21 (primeiro piso) - São Cristóvão - Teresina - Piauí - CEP: 64052-280 Fone (86) 3233 9444
e-mail: dilsonlages[@]uol.com.br